Conectado por
Governo de Rondônia

Mato Grosso

Empresas já podem protestar gratuitamente nos cartórios de Protesto de Cuiabá e Várzea Grande

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Este mês de junho os Cartórios de Protesto de Cuiabá e Várzea Grande passam a receber documentos e títulos para serem protestados sem cobrar nada dos credores, sejam empresas ou pessoas físicas. Assim, eles têm mais uma ferramenta para receber os valores referentes a dívidas em atraso de forma segura e eficiente. A partir de agora, os custos dos cartórios são pagos pelo devedor.

A presidente do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Mato Grosso (IEPTB-MT), Velenice Dias de Almeida e Lima, ressalta que faltam poucos Cartórios de Protesto a se adaptarem para a chamada postergação dos emolumentos. “Dos 79 cartórios de protesto do estado, 90% já atualizaram seus sistemas para receberem os documentos sem cobrar taxas dos credores. Sendo assim, acreditamos que esta forma de recuperação de crédito, mais rápida, eficiente e segura, contribuirá e muito para a nossa economia”, sublinhou.

Todos os procedimentos foram autorizados e são acompanhados pela Corregedoria-Geral de Justiça, que elaborou um cronograma para que todos os cartórios sejam adaptados. O prazo termina neste mês e, assim, Mato Grosso será o segundo estado do Brasil a ter todos os cartórios de protesto a atuarem dessa forma, depois de São Paulo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *