Conectado por

Mato Grosso

Emanuel não descarta palanque com o governador, se Botelho sair à prefeitura

Publicado por

em

A prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), que mantém relação conflituosa com o governador Mauro Mendes (MDB), não descarta a possibilidade de subir no mesmo palanque que o democrata caso o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), dispute a Prefeitura de Cuiabá. Segundo ele, nomes são secundários diante de qualquer projeto para manter o desenvolvimento da Capital.

Continua após a publicidade

O nome de Botelho como alternativa à prefeitura ganhou força nos bastidores na semana passada com aval do governador. Ao confirmar que tem disposição de entrar na disputar, o democrata declarou que aceita concorrer desde que Emanuel não seja candidato à reeleição.

Eduardo Botelho e Emanuel Pinheiro

Eduardo Botelho e Emanuel Pinheiro mantém boa relação e nome do democrata é cogitado para prefeito

“Quem vai estar no palanque é uma questão menor. O que importa é o projeto por Cuiabá. Botelho é uma grande liderança política, um gigante no diálogo e na articulação. Se não vivemos uma crise institucional no Estado, se deve ao perfil moderado e agregador dele. O deputado também é um filho da terra, confiável, responsável e ponderado. Pode ter meu apoio caso eu não seja candidato à reeleição”, declarou Emanuel ao .

Emanuel também explica que qualquer decisão sobre apoio político passa pelo crivo do seu grupo. Lembra ainda que os nove partidos, que devem agregar mais dois nos próximos dias, não abrem mão do projeto de reeleição.

“Hoje, tenho apoio de nove partidos, que podem chegar a 11, que não abrem mão da minha candidatura. Se eu não for candidato, os partidos não têm compromisso. Por isso, o nome do Botelho precisa ser levado aos aliados.  Qualquer decisão depende do arco de alianças”, concluiu.

FONTE:https://www.rdnews.com.br