Conectado por
Governo de Rondônia

Política

Eduardo Japonês obteve 21.520 e Rosani Donadon 15.933 votos

Publicado por

em


Continua após a publicidade

A eleição suplementar para escolha do (a) novo (a) prefeito (a) de Vilhena aconteceu nesse domingo, 03, na cidade, e após nove horas de votação quem levou a melhor foi o candidato do PV, Eduardo Japonês, que tem como vice na sua coligação a ex-vereadora Maria José da Farmácia (PSDB).

Japonês obteve a maioria dos votos válidos, sendo eles 21. 520 votos.

A segunda colocada nas eleições foi a candidata do MDB, a ex-prefeita Rosani Donadon que se juntou mais uma vez nesse ano ao empresário Darci Cerutti (DEM). Rosani obteve 15.933 votos.

Entre os dois candidatos há uma diferença de 5.587 votos.

Esta é a segunda vez, que o candidato do PV enfrenta Rosani Donadon. Na primeira eleição, em 2016, a pemedebista levou a melhor e obteve 21.356 votos, mas em 12 de abril teve o registro indeferido pelo TSE. Já Eduardo Japonês obteve 16.822 votos. Nesse ano também houve um número expressivo de abstenções e 14.763 não votaram.

Para essa eleição suplementar que sagrou Eduardo Japonês como prefeito de Vilhena o número de abstenções foi de 14.824 eleitores que preferiram não votar. Já 1.520 eleitores votaram em branco e 6.110 eleitores votaram nulos. Ao todo 43.974 eleitores foram às urnas.

Eduardo Japonês e Maria José tomam possem em 01 de julho.