Conectado por

Polícia

Corpo de policial é encontrado carbonizado em São Gonçalo


Compartilhe:

Publicado por

em

O corpo de um policial militar identificado como Samuel Ribeiro, de 37 anos foi encontrado carbonizado em um veículo, na tarde desta segunda-feira, na Estrada da Comperj, no bairro Guaxindiba, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Familiares do policial estão indignados e relatam descaso das autoridades nas buscas pelo PM.

— É um descaso do nosso Estado. Se fosse oficial, eles achavam. Quando a mulher dele ligou para o 190, o policial falou que não ia entrar no local porque já estava escuro — disse um familiar, que pediu para não ser identificado.

— O que aconteceu poderia ser evitado. A polícia soube às 19h sobre esse caso. O supervisor era pra ter entrado e tirado meu irmão de lá. Ele foi omisso e negligente. O supervisor era para ter reunido toda equipe dele e retirado o Samuel de Guaxindiba. Ele esperou amanhecer o dia e passar o serviço para outra pessoa. — contou outro parente do policial.

Ainda de acordo com parentes, o corpo foi encontrado no porta-malas do veículo.

— A gente não sabe se a farda estava no porta-mala, não sabemos o que aconteceu. Mataram ele queimado no porta-mala.

Samuel, que também é cantor gospel, estava desaparecido desde a tarde de domingo, quando saiu para abastecer o seu carro, um Hyundai HB20 branco, nas proximidades de Porto do Rosa e não voltou mais.

Veículo encontrado em Guaxindiba
Veículo encontrado em Guaxindiba Foto: Reprodução

— Ele foi deixar a esposa em casa e depois colocar combustível no carro. Renderam ele, e provavelmente descobriram que ele era PM, sequestraram e o levaram para Guaxindiba.

Policiais do 7º BPM (Alcântara) foram acionados pela manhã para Estrada da Comperj para verificar um veículo abandonado. No local, os agentes encontraram um carro com um corpo carbonizado.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios de São Gonsçalo. (DHSG). Agentes estão em busca dos autores e solucionar o caso.

Samuel estava casado há um ano e quatro meses e não tinha filhos.

Policial também era cantor evangélico
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *