Conectado por

Agronegócios

Continuidade do petróleo acima de US$ 44 adiciona combustível ao etanol

Publicado por

em

petróleo está sendo mantido pelos traders no modo positivo, influenciado pela negação de que os países produtores vão seguir bombeando menos a partir de 31 de julho, sob as luzes das economias ao redor dos centros desenvolvidos se aguentando, apesar da pandemia ainda assustar, como nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Com as altas dos últimos dias, e agora nesta parte da terça (21) rompendo os US$ 44 o barril em Londres – US$ 44,55, mais 2,93%, às 8h55 (Brasília) – a expectativa para o mercado de etanol é a consolidação desse ritmo, oferecendo mais oportunidades para o biocombustível.

Petrobras (PETR3PETR4) terá motivos, então, para reajustes da gasolina, deixando mais competitivo o etanol, cujas altas das duas últimas semanas nas usinas foram menores do que as quedas das três semanas anteriores, segundo o Cepea/Esalq, o que ajudou a assegurar vantagens de repasses mais baixos nas bombas.

O movimento altista do barril do Brent segue as ações para destravar mais a economia americana, o acordo comunitário fechado para injetar ânimo na União Europeia (UE), a China com ganhos no desempenho do seu mercado, entre outros. E, para ajudar um pouco mais, o setor de óleo de xisto nos Estados Unidos sendo colocado em xeque, segundo a Bloomberg, o que ajuda o petróleo a ter menor competição.

Com isso, fica cada vez mais distante a possibilidade de os produtores da Opep e seus aliados, a Opep+, renovarem os cortes maiores de produção. O combinado é cair de 9,7 bilhões de barris por dia para 7,7 bpd.

FONTE:https://www.moneytimes.com.br/continuidade-do-petroleo-acima-de-us-44-adiciona-combustivel-positivo-ao-etanol/