Conectado por

Saúde

Conheça as diferenças entre alergia e intolerância alimentar


Compartilhe:

Publicado por

em

Você sabia que a intolerância alimentar está presente em cerca de 40% da população? Embora seja comum, ela é muito confundida com alergia por seus seus sintomas serem, muitas vezes, parecidos, principalmente aqueles relacionados a incômodos gastrointestinais.

A seguir, conheça as diferenças entre alergia e intolerância alimentar:

Qual a diferença entre alergia e intolerância alimentar?

diferença entre intolerância e alergia alimentar

Albina Glisic/Shutterstock

A quem acredite que alergia e intolerância alimentar se tratam da mesma coisa, mas isso não é verdade. Veja o que as diferencia:

Intolerâncias

É um distúrbio digestivo relacionado com a baixa ou com a não produção de enzimas para digerir determinado carboidrato, como no caso da lactose (que gera a intolerância à lactose).

Sintomas

  • Dor no estômago
  • Inchaço da barriga
  • Excesso de gases intestinais
  • Sensação de queimação na garganta
  • Vômitos e diarreia

Os sintomas podem demorar mais de 30 minutos para aparecer, sendo mais graves quanto maior for a quantidade de alimento ingerido. Os testes feitos na pele não apresentam alteração.

Nesses casos, os sinais são mais gastrointestinais, com transtornos na digestão do alimento.

Alergias

A alergia é uma reação hostil do sistema imunológico do organismo a ingestão de algum alimento cujo paciente tem hipersensibilidade. Nesses casos, o organismo envia células de defesa para combater a presença das substâncias no corpo, confundindo-as com invasores, a exemplo de vírus ou bactérias.

Este mecanismo acaba agredindo o próprio organismo, o que leva às chamadas reações alérgicas.

As alergias alimentares costumam ter fundo genético, ou seja, quando um dos pais apresenta o problema, o filho tem 30% de chance de herdá-lo. Quando ambos os pais o têm, a criança tem 50% de risco de desenvolver os mesmos sintomas.

Em casos congênitos, é possível haver reversão espontânea da hipersensibilidade. Já os quadros de alergia que surgem após a infância costumam durar mais tempo ou por toda a vida.

Sintomas

  • Coceira intensa na pele
  • Cólica
  • Diarreia
  • Dificuldade para respirar
  • Dor abdominal
  • Inchaço no rosto ou língua
  • Urticária
  • Vermelhidão na pele
  • Vômito

O sintomas podem surgir imediatamente após a ingestão do alimento, mesmo que em pouca quantidade, ou após um ou dois dias.

Nas alergias, os sintomas de desconforto podem ser divididos em dois tipos: TH1 e TH2.

  • Tipo TH1: reações deste tipo demoram mais para se manifestar, cerca de 48 horas. Se manifestam por meio de cólicas, dor abdominal, aumento da quantidade de fezes, dermatite, rinite e asma.
  • Tipo TH2: nestes casos, surgem reações anafiláticas e muito mais comuns. Ocorrem de 15 minutos a seis horas após comer o alimento e provocam urticária, coceira, vermelhidão na pele, cólicas e diarreia.

Quando a alergia ao alimento é grave, o quadro apresenta evolução rápida e séria, já que o paciente manifesta complicações como: dificuldades respiratórias, vasodilatação, diminuição da pressão arterial e da oxigenação cerebral (que pode levar à morte).

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento