Conectado por

Saúde

Conheça alguns dos benefícios da atividade física para o aumento da qualidade de vida


Compartilhe:

Publicado por

em

Praticar atividades físicas regularmente é essencial para garantir uma melhor qualidade de vida. É o que aponta o livro “Diretrizes do American College of Sports Medicine” já na sua 10ª edição e com versão em português. Escrito por 45 colaboradores e baseado em 145 estudos científicos, o livro comprova que a atividade física não é perigosa e não oferece risco à saúde.

O importante é estar em movimento e, para isso, atividades simples como varrer a casa, andar com o cachorro, usar as escadas ao invés dos elevadores, andar mais a pé e carregar as sacolas do supermercado já são consideradas importantes para se ter uma vida mais ativa. Afinal, quando somos mais ativos, estamos menos suscetíveis às doenças, melhorando a nossa saúde de uma forma integral.

Segundo André Pedrinelli, médico especialista em Medicina do Esporte e em Ortopedia e Traumatologia, devemos procurar sempre atividades que movimentem o nosso corpo. “Não é o ideal frequentar a academia duas vezes na semana e nas atividades diárias termos um comportamento totalmente sedentário. As atividades físicas, sejam elas regradas ou do dia a dia, devem ser um estilo de vida que adotamos com o intuito de ter uma vida mais saudável”, explica ele.

Atletas de final de semana

André Pedrinelli explica que o recomendável, tanto podem ser a prática de atividades físicas regradas (aquelas que tem uma frequência de 30 a 45 minutos de duas a três vezes por semana) como a prática de atividades aditivas do dia a dia, como as mencionadas anteriormente.

Porém, muitas pessoas têm dificuldades de fazerem atividades regradas durante a semana, deixando para praticar exercícios físicos somente aos finais de semana. São os famosos rachões aos sábados, a pedalada com a família aos domingos, a corrida no parque e por aí vai. “Se você não tem oportunidade de praticar atividade ao longo da semana e o único momento disponível é o sábado ou o domingo, tudo bem. Melhor fazer alguma atividade, do que ser 100% sedentário. Mas é importante tomar certos cuidados com a intensidade desses exercícios para não sofrer qualquer tipo de lesão”, explica Pedrinelli.

Ele conta que o corpo precisa de uma determinada quantidade de treinamento e frequência da atividade para se acostumar aos movimentos. Com a regularidade dos exercícios praticados, o próprio organismo já vai entendendo quais movimentos serão feitos, quais partes do corpo exigem mais atenção e vai desenvolvendo os seus mecanismos de defesa e adaptação. “O corpo humano é um grande computador e tudo está conectado. Quando praticamos com regularidade, as cadeias motoras já estão mais bem sincronizadas, a vascularização dos seus tecidos já é mais adequada, nutrindo melhor os seus músculos, protegendo o organismo e diminuindo o risco de lesões”, acrescenta.

Alguns dos benefícios da prática regular de atividade física:

  • Melhora o ritmo do seu metabolismo
  • Diminuição dos efeitos do estresse
  • Maior vigor e vontade para realizar as atividades diárias
  • Melhora na relação interpessoal
  • Melhora na autoestima
  • Melhora a qualidade do sono

Sobre André Pedrinelli

Médico pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP)
Especialização em Ortopedia e Traumatologia no Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da FMUSP
Especialização em Medicina do Esporte pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo
Mestrado e Doutorado em Ortopedia e Traumatologia pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP)
Professor livre-docente pelo Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

> Sua atuação no Esporte

Médico Chefe do Departamento de Futebol Profissional da Sociedade Esportiva Palmeiras, 1989 a 1992
Médico do Clube Atlético Juventus durante o Campeonato Paulista, 2002
Médico do Comitê Olímpico Brasileiro (Circuito Brasil Olímpico), 2003
Diretor Médico da FIFA – Supervisor Geral de Serviços Médicos, durante a FIFA Futsal World Cup Brazil, 2008
Diretor do FIFA Medical Centre of excellence no Brasil, desde 2010
Médico da Seleção Brasileira de Futsal desde 2007
Diretor Médico da FIFA Futsal Word Cup Colômbia, em 2016
Venue Medical Officer da Copa do Mundo de Futebol 2014
Instrutor Médico da FIFA
Membro da FIFA Doping Control Officer Network, Zurich – Suiça, desde 2015
Médico Responsável pela Seleção Olímpica Brasileira nos Jogos Olímpicos de Verão Rio2016
Assessoria