Conectado por

Concursos

Concurso PRF: Cebraspe “amputa dedos”, “tira rim” de candidatos e confirma suspensão


Compartilhe:

Publicado por

em

Candidatos do concurso público da Polícia Rodoviária Federal (concurso PRF) passaram por uma situação desconfortável e inusitada nesta quinta-feira (12/8), ao receberem os pareceres da junta médica, uma das últimas fases do certame. Muitos candidatos apresentaram cirurgias, amputações e problemas de saúde que nunca tiveram.

As denúncias são dos mais diversos casos. Há candidatos que foram eliminados, de acordo com o parecer, por não terem três dedos das mãos, terem realizado cirurgias no joelho, não terem um dos rins e muito mais.

O ponto em comum é que nenhum destes candidatos passaram por tais cirurgias e garantem que os relatórios médicos enviados comprovam os fatos.

“Disseram que eu fiz cirurgia no ligamento do joelho ano passado. Não fiz gente”, comentou uma das candidatas.

Já outro candidato denuncia outra irregularidade: “O meu diz que tenho três dedos da mão esquerda amputados. Mas tenho todos os dedos. Tô digitando com eles aliás”.

Muitos candidatos acharam a situação um absurdo, em especial por ser uma das últimas etapas do concurso PRF e pelo prazo do recurso ser pequeno – eles teriam entre esta quinta-feira (12/8) e sexta-feira (13/8) para impetrarem os recursos.

Confira abaixo algumas das denúncias:

Porém, a resposta da banca organizadora veio em pouco tempo depois. Em comunicado recente publicado no portal do concurso PRF, o Cebraspe explica que o edital do concurso público está suspenso por determinação judicial.

Além disso, explicaram que o link para a visualização do parecer da junta médica foi retirado do ar, “pois, devido a
problemas técnicos, as informações podem não corresponder ao efetivo resultado buscado e devem ser desconsideradas”.

comunicado cebraspe prf
Comunicado recentemente publicado à respeito da suspensão do concurso PRF

A suspensão do concurso PRF provém de ação civil ajuizada pelo Ministério Público Federal, que apontou irregularidades na aplicação da Lei de Cotas na divisão das vagas.

De acordo com o MPF, a aplicação da porcentagem das vagas reservadas para as cotas raciais deve ser aplicada em todas as fases do concurso PRF, não somente no resultado final.

O motivo da ação veio após constatarem que havia candidatos classificados em duas listas de correção das provas discursivas, de ampla concorrência e de cotas raciais. A medida e o entendimento do Cebraspe seria incorreto e inconstitucional, segundo MPF.

O concurso público se encontrará suspenso até que recurso seja analisou ou que o Cebraspe cumpra as medidas, que foram:

  • que respeitem a reserva de vagas de negros em todas as fases do concurso PRF, não somente na apuração do resultado final
  • que retifiquem o edital explicando que os candidatos negros que obtiverem notas nas provas objetivas a ponto de terem as provas discursivas dentro da ampla concorrência não mais serão contabilizados nas vagas reservas para negros na lista de correção as discursivas dos cotistas
  • que não considerem, no número de correções de provas discursivas para vagas reservadas para candidatos negros, aqueles candidatos negros que obtiveram nota suficiente para estarem no número de correções de provas discursivas para vagas de ampla concorrência, na primeira etapa do concurso público em andamento, devendo realizar, ainda, a correção das provas discursivas de candidatos autodeclarados negros aprovados e classificados dentro das vagas reservadas
  • que, analisados os eventuais recursos, publiquem o resultado final da prova discursiva relativamente a esses candidatos e façam a convocação para a prova de capacidade física dos que forem aprovados na prova discursiva
  • a suspensão do andamento do concurso público até que os candidatos que venham a ter suas provas discursivas corrigidas

Confira os documentos relativos à Ação Civil Pública:

  • Ação Civil Pública – cotas raciais concurso PRF
  • Despacho

Resumo concurso PRF

  • Banca do concurso PRFCebraspe
  • Vagas: 1.500 (+ 500 excedentes em 2022)
  • Cargos: Policial Rodoviário Federal
  • Escolaridade: nível superior
  • Salários: iniciais de R$ 9.899,88
  • Link do edital

 

 

Direção Concursos

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento