Conectado por

Concursos

Concurso ISS Rio Preto: com 10 vagas, edital deve sair em julho


Compartilhe:

Publicado por

em

Concurso ISS Rio Preto está em avançado estágio de planejamento

Neste Artigo, O Estratégia Concursos traz pra você informações atualizadas do Concurso ISS Rio Preto. Curiosidades, Situação atual do Edital e mais. Os temas abordados são:

  1. Situação atual do Concurso ISS Rio Preto
  2. Requisitos do cargo e carga horária
  3. Atribuições do cargo
  4. Remuneração do cargo
  5. Último Concurso ISS Rio Preto
  6. Etapas do concurso
  7. Prova objetiva
  8. Prova dissertativa (estudo de caso)
  9. Ficha Técnica

1) Situação atual do Concurso ISS Rio Preto

Em contato com a Prefeitura Municipal de São José do Rio Preto, o Estratégia Concursos soube, com exclusividade, que as tratativas do certame para Auditor Fiscal Tributário Municipal (AFTM) estão em movimentação acelerada. A previsão de um novo edital é para o início do segundo semestre de 2019, possivelmente em julho.

Vale lembrar que em fevereiro de 2019, o prefeito de São José do Rio Preto, Edinho Araújo, anunciou, em coletiva de imprensa, a abertura de um novo certame para provimento de 353 vagas. O concurso atende a uma demanda do atual quadro de servidores que se encontra em defasagem.

Desse montante, a Prefeitura nos informou que a expectativa é de que sejam abertas 10 vagas para o cargo de Auditor Fiscal Tributário Municipal, assim como aconteceu no último edital, em 2014.

Até o fim da semana o órgão realiza reuniões técnicas internas para ajustes em determinados cargos e envia projeto de lei para a Câmara Municipal ainda nesse semestre, a fim de viabilizar o novo concurso.

2) Requisitos do cargo e carga horária

O cargo de Auditor Fiscal Tributário Municipal requer diploma de curso de nível superior em qualquer área reconhecido pelo MEC. A carga horária perfaz um total de 40 horas semanais.

3) Atribuições do cargo

São atribuições do cargo de Auditor Fiscal Tributário Municipal: a tributação, fiscalização, constituição do crédito tributário mediante lançamento, arrecadação e cobrança administrativa de quaisquer espécies tributárias; o gerenciamento dos cadastros fiscais, das informações econômico-fiscais e demais bancos de dados de contribuintes; o gerenciamento do julgamento de processos tributário-fiscais na instância administrativa de sua competência; o acompanhamento dos repasses de tributos das esferas federal e estadual, bem como a fiscalização tributária estabelecida em convênio, dentro da sua jurisdição; entre outras atribuições previstas em lei.

4) Remuneração do cargo

A remuneração para o cargo de Auditor Fiscal Tributário Municipal é composta do Vencimento Básico + Adicional de Produtividade Fiscal Variável.

Segundo informações no Portal da Transparência da Prefeitura de São José do Rio Preto, as remunerações liquidas para o mês de fevereiro de 2019 variaram de R$ 7.940,84 a R$ 20.935,45.

5) Último Concurso ISS Rio Preto

O último concurso aconteceu em 2014. À época, o certame previu a abertura de 10 vagas para o cargo de Auditor Fiscal Tributário Municipal. A banca organizadora do concurso foi a Vunesp.

6) Etapas do concurso

O concurso de 2014 para o cargo de Auditor Fiscal Tributário Municipal contou com 2 fases, sendo elas:

  • uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • uma prova dissertativa (estudo de caso ), de caráter eliminatório e classificatório.

Todas as provas aconteceram no mesmo dia.

7) Prova objetiva

A prova objetiva teve duração de 4 horas e foi composta por 80 (oitenta) questões de múltipla escolha, com 05 (cinco) alternativas cada uma, conforme se verifica na tabela abaixo:

Os conteúdos abordados

Conhecimentos Gerais:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico.

Conhecimentos Específicos

  • Matemática Financeira;
  • Finanças Públicas;
  • Direito Penal;
  • Direito Tributário;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Legislação Tributária Municipal;
  • Contabilidade Geral e Avançada;
  • Contabilidade de Custos;
  • Auditoria.

8) Prova dissertativa (estudo de caso)

A prova dissertativa (estudo de caso) avaliará o conhecimento técnico e a capacidade teórico-prática do candidato em desenvolver a questão apresentada, com clareza, coerência e objetividade. Serão avaliadas, ainda, a organização do texto, a análise e síntese dos fatos examinados, assim como a correção gramatical.

O valor da prova dissertativa (estudo de caso) era de 20 (vinte) pontos, sendo que a pontuação mínima necessária para aprovação era de 10 (dez) pontos, ou seja, 50% (cinquenta por cento) dos pontos possíveis.(estrategiaconcursos)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *