Conectado por

Concursos

Concurso IBGE com 204 mil vagas temporárias já tem cronograma


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

concurso IBGE 2021 com 204 mil vagas temporárias destinadas ao Censo Demográfico já tem o novo cronograma definido.

Após a suspensão da seleção em meio ao corte de verbas e a rescisão de contrato com o Cebraspe, banca organizadora responsável pelo edital publicado este ano, parece que o concurso IBGE voltará a ‘andar’.

Isso porque, de acordo com o supervisor de disseminação de informações do IBGE no Piauí, Eyder Mendes, as inscrições do concurso IBGE 2021 serão abertas em dezembro. As provas serão em janeiro.

“Nós devemos ter uma nova empresa fazendo esse certame. Inclusive, já temos até as datas definidas”, disse Mendes a um telejornal local.

O cronograma passado pelo supervisor é o seguinte:

Inscrições – 1 de dezembro a 23 de dezembro de 2021;
Prova objetiva – 23 de janeiro (agente censitário municipal e agente censitário supervisor) e 30 de janeiro (recenseador)

Agora, portanto, o IBGE focará na escolha da banca organizadora para, enfim, retomar a seleção. As coletas para o Censo Demográfico devem iniciar em 1º de junho de 2022.

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  • Cargos: agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador
  • Vagas: 204.307 vagas temporárias
  • Requisito: níveis fundamental e médio
  • Remuneração: a partir de R$2.158
  • Bancas: Cebraspe
  • Status: adiado para 2022 (suspenso)

Concurso IBGE oferece mais de 204 mil vagas

Publicados no dia 18 de fevereiro, por meio do Cebraspe, os editais do concurso IBGE 2021 contam com mais de 204 mil vagas temporárias, nos cargos de:

  • agente censitário municipal (ACM) – 5.450 vagas;
  • agente censitário supervisor (ACS) – 16.959 vagas; e
  • recenseador – 181.898 vagas.

As inscrições terminaram nos dias 15 (agentes) e 19 (recenseador) de março deste ano. As vagas foram destinadas a candidatos com níveis fundamental (recenseador) e médio (agentes).

Os aprovados, nos cargos de agente, teriam ganhos de R$2.100 (municipal) e de R$1.700 (supervisor). Os valores ainda poderiam chegar a R$2.558 e R$2.158, respectivamente, com o auxílio-alimentação de R$458.

No caso do recenseador, os ganhos seriam por produção. No   site do IBGE  , era possível simular a remuneração.

As provas seriam realizadas nos 26 estados, além do Distrito Federal, com a seguinte distribuição entre os cargos:

Agentes – 60 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Raciocínio Lógico Quantitativo (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e
  • Conhecimentos técnicos (20).

Recenseador – 50 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Matemática (dez); e
  • Conhecimentos técnicos (25).

Folha Dirigida

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento