Conectado por

Amazonas

Comandante do CMA, General Nardi recebe título de Cidadão do Amazonas

Publicado por

em

Continua após a publicidade

O comandante militar da Amazônia, General César Augusto Nardi de Souza, recebeu o título de Cidadão do Amazonas, concedido por unanimidade pela Assembleia Legislativa. A propositura foi da vice-presidente da Casa, deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), e a solenidade de entrega da honraria foi realizada  nesta quinta-feira, 12 de dezembro, no plenário Ruy Araújo, com a presença de autoridades civis e militares.

Durante seu pronunciamento, a deputada Alessandra evitou formalidades e fez um discurso de agradecimento no qual destacou o papel do Exército Brasileiro no Amazonas e na Amazônia, elogiando também a atuação do General Nardi à frente do CMA.

“O título de Cidadão do Amazonas é a honraria mais carinhosa que a Assembleia tem, é uma forma carinhosa de o povo lhe abraçar, é uma forma carinhosa do povo do Amazonas lhe agradecer e, em seu nome, agradecer toda a sua equipe que tanto tem se dedicado ao nosso Estado”, disse Alessandra.

A deputada afirmou que considera o Exército Brasileiro uma instituição que protege a população do Amazonas, especialmente o povo que vive na floresta e nas regiões de fronteira.

“Há pessoas, homens, mulheres e crianças, que vivem em lugares muito distantes, onde o que eles conhecem do Estado Brasileiro do ponto de vista institucional é o Exército, que leva saúde, educação, cidadania, serviços sociais e dignidade, muitas vezes ultrapassando até o que é a sua tarefa”, enfatizou Alessandra.

O que disse o homenageado

O novo Cidadão do Amazonas nasceu em São Paulo (SP) e tem 47 anos de serviços prestados ao Exército. Em seu pronunciamento, ele inicialmente agradeceu a propositura da deputada Alessandra e o apoio dos demais deputados ao projeto de lei que lhe concedeu o a homenagem. Ele dividiu a honraria com os colegas de farda.

“Na verdade essa homenagem não é só a minha pessoa, essa homenagem é ao Exército que trabalha no Estado do Amazonas, aos homens e mulheres que estão distribuídos por todo esse grande estado, não só em Manaus, mas nos 11 pelotões de fronteira”, disse o homenageado. 

Emoção

Em sua fala, o General Nardi se emocionou ao relembrar os laços familiares com a região amazônica. Seu pai, Coronel de Infantaria José Jorge Nardi de Souza, serviu no ano de 1957 em Rondônia. Depois, nos anos 60, foi comandante da Polícia Militar do Amazonas. Posteriormente, nos anos 70, foi secretário de Segurança no Estado. Por tais feitos, à época ele ganhou o título de Cidadão de Manaus.

“Onde quer que esteja,  meu pai está muito orgulhoso. Ele tinha um carinho muito grande pela Amazônia e defendia muito a região. Eu o acompanhava nas palestras e o assunto sempre era a Amazônia e a defesa dos interesses dessa região”, disse o o General Nardi.

Por fim, o homenageado disse que a o título de Cidadão do Amazonas oficializa de uma vez por todas a sua ligação com Manaus e o Amazonas, com a cultura e as pessoas da terra.

“Nós militares, principalmente filhos de militares às vezes sentimentos dificuldades de dizer de onde nós somos. Nós somos do Brasil, e eu com meus filhos moramos em várias cidades e em cada cidade ganhamos amizades, aprendemos a cultura local e nos sentimos  parte daquela comunidade. Isso aconteceu comigo aqui em Manaus, no Amazonas”, concluiu o comandante do CMA.

Importância

O presidente da Assembleia, deputado Josué Neto (PSD), dirigiu a sessão em destacou a importância da concessão do título de Cidadão do Amazonas. Segundo ele, a honraria está regulamentada na Resolução Legislativa n° 71, de 10 de dezembro de 1977, possuindo um nítido compromisso com a preservação, o reconhecimento e o estímulo à obra meritória de pessoas virtuosas na arte de bem servir ao interesse coletivo e público.

O deputado Cabo Maciel (PR) falou em nome de todos os demais parlamentares presentes na sessão. Inicialmente ele registrou a passagem do pai do General Nardi pelo Comando da PM. Por fim, elogiou o trabalho do próprio homenageado no CMA.

“O General Nardi é alguém muito comunicativo, que sempre fez o bom debate, o bom diálogo, mantendo acima de tudo a paz na fronteira e a paz em todos os órgãos, a boa relação com o Governo, o Judiciário, com este Poder e com todos os poderes do nosso Estado”, disse Cabo Maciel.

Currículo

Nomeado para o cargo de Comandante Militar da Amazônia, o General de Exército César Augusto Nardi de Souza foi promovido ao posto atual em 31 de março de 2017. Ele nasceu em 20 de agosto de 1958, na cidade de São Paulo (SP), e é filho do Coronel de Infantaria José Jorge Nardi de Souza e de Heloisa Moreira Nardi de Souza.

Incorporou às Fileiras do Exército Brasileiro em 8 de março de 1973, na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, tendo sido declarado Aspirante a Oficial, no ano de 1979.

Na área militar, além dos Cursos de Formação, Aperfeiçoamento e Altos Estudos, possui os cursos: Curso Básico Paraquedista, Curso de Ação de Comandos, Curso de Forças Especiais, Curso de Mestre de Salto, Curso Básico e Avançado de Salto Livre, Curso Básico de Montanhismo e Curso de Altos Estudos de Portugal.

Como Oficial Superior foi Instrutor da Academia Militar das Agulhas Negras, Observador Militar das Nações Unidas em El Salvador, Oficial de Estado-Maior do Comando da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, Comandante do 1º Batalhão de Forças Especiais, Chefe do Estado-Maior da 11ª Brigada de Infantaria Leve, Comandante da Escola Preparatória de Cadetes do Exército, Adido Militar do Exército e Aeronáutica Junto à Embaixada do Brasil em Portugal.

Como Oficial General, desempenhou os cargos de Comandante da Brigada de Operações Especiais, 1º Subchefe do Comando de Operações Terrestres, Subchefe de Política e Estratégia da Chefia de Assuntos Estratégicos e Subchefe de Operações da Chefia de Operações do Estado – Maior Conjunto das Forças Armadas no Ministério da Defesa, Subcomandante de Operações Terrestres e Chefe de Operações Conjuntas do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas.

Durante sua carreira recebeu diversas condecorações nacionais e três estrangeiras, das quais se destacam: Distintivo de Comando Dourado, Medalha da Ordem do Mérito Militar no Grau Grande Oficial, Medalha da Ordem do Mérito da Defesa no Grau Grande Oficial, Medalha da Ordem do Mérito Naval, Medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico, Medalha do Mérito Judiciário Militar, Medalha Militar de Ouro com Passador de Platina e Medalha do Mérito Militar – Portugal.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *