Conectado por

Mundo

Casos de infecção por Covid-19 passam de 65 milhões no mundo

Publicado por

em

Apandemia de Covid-19 infectou mais de 65 milhões de pessoas e matou 1,5 milhão, segundo o mais recente levantamento feito pela Universidade Johns Hopkins. Segundo a instituição, a alta no número de contágios aconteceu por conta do aumento no número de testes e, principalmente, aos efeitos da segunda onda da doença na Europa e nos Estados Unidos.

A Europa é a região com o maior número de contágios por coronavírus, com 19 milhões de casos registrados e mais de 430 mil mortes. Cerca de 1,7 milhão de novas infecções foram registrados somente na última semana em 52 países do continente.

Nos Estados Unidos, a situação também é grave: são 14 milhões de casos e mais de 276 mil mortes entre os norte-americanos. Os números são os mais altos desde o início da pandemia.

Em seguida no ranking de contágio estão a América Latina e Caribe, com 13,3 milhões de casos e 453.974 mortes. A Ásia contabiliza 12,6 milhões de contágios e 197.559 mortes, seguida pelo Oriente Médio (3,4 milhões de casos e 80.163 mortes), África (2,2 milhões de contágios e 52.825 mortes) e Oceania (30.388 casos e 942 mortes).

O Brasil passa pela terceira alta consecutiva na semana, com média móvel de mortes por Covid-19 chegando a 544 nesta quinta-feira (3/11). Na comparação com a taxa registrada há 14 dias, houve, no entanto, uma queda de 1%. Nas últimas 24h, o Brasil registrou 755 óbitos e e 50.434 novas infecções. O país já contabiliza mais de 175 mil vítimas e 6.487.084 casos de coronavírus.

Metropoles