Conectado por
Governo de Rondônia

Economia

Caos:Fechamento de bases de distribuição de combustível continua e começa a faltar gasolina e diesel na Capital

Publicado por

em


Continua após a publicidade

A redução em 10% no valor do diesel não bastou para acabar com a mobilização nacional contra o reajuste quase diário de combustíveis. Em Porto Velho a situação começou a se complicar, com a falta de gasolina e diesel em vários postos, aumento em outros e filas gigantescas nos demais, como no Atacadão, na Rua da Beira, com preços mais em conta.

Segundo apurou a reportagem, já não há combustível nos postos localizados na Avenida Guaporé com Calama, Guaporé com Caúla, Lauro Sodré próximo ao Ze Beer, entre outros. Na Jorge Teixeira (BR-319) com Abunã, ainda há gasolina e diesel para esta quinta-feira. Ainda na Jorge Teixeira próximo a Tiradentes as filas estão imensas.

A situação começou a ficar delicada também para grandes empresas. Um ônibus da Eucatur, por exemplo, estava sendo abastecido em um posto da Jorge Teixeira.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que o posto que abastece ambulâncias parou de funcionar por falta de combustíveis, mas a pasta comprou 400 litros em outros locais, mantendo o funcionamento.

No quarto dia de greve, os pontos de distribuição na Capital continuam fechados no Bairro Nacional. Sai de lá o combustível que abastece as cidades rondonienses e até o Acre. Os manifestantes prometem permanecer no local até uma definição nacional.

Outro ponto de bloqueio para caminhões é na BR-364 em Candeias do Jamari.