Conectado por

Rondônia

Após 4 horas de audiência virtual, governador vai mudar decreto e Nova Mamoré continua aberta

Publicado por

em

O município de Nova Mamoré (RO) vai continuar aberto. Ontem à noite, pior mais de quatro horas, o prefeito Claudionor (PDT), manteve reunião virtual com o governador de Rondônia, Marcos Rocha (Patriotas), para convencê-lo a retirar a cidade da Fase 1, que seria de isolamento restrito, para a Fase III, mais branda, o que permitirá que a cidade continue aberta, com a economia girando. Prefeitos de outros municípios também participaram da “live” com o governador.

Continua após a publicidade

“Depois de mais de três horas e meia, encerrou-se a reunião do Governador Coronel Marcos Rocha e Equipe de Governo com os prefeitos e prefeitas de Rondônia. Na pauta, a alteração dos critérios para reclassificação dos Municípios nas fases de Distanciamento Social Controlado. Quero agradecer ao Governador e Equipe pela sensibilidade com os Municípios e por acolher as nossas demandas. Ainda não é o ideal, mas vai diminuir as angústias de muitos Gestores e de seus Munícipes. Ficamos aguardando mais aliviados pelo novo Decreto. Quero também agradecer a Equipe da AROM ( principalmente Roger, Dra. Ivonete e Prefeita/Presidente Lebrinha) por ser porta-voz das nossas sugestões para alteração dos critérios e por tolerar a minha perturbação. Dormimos, hoje, com a certeza que estamos no caminho certo:Cuidar da saúde das pessoas e fazer a economia girar. Obrigado Coronel Marcos Rocha!!! Rondônia não pode parar!!! Nova Mamoré não pode parar!!!”, postou na noite de ontem, o prefeito Claudionor.

“O MP emitiu uma recomendação para que não seguíssemos mais o nosso decreto que é de flexibilização mas com algumas exigências: higienização, distanciamento, quantidade de pessoas etc”, disse o prefeito ao Mais RO nesta manhã. O prefeito afirmou que, quanto à fiscalização do cumprimento por parte da Prefeitura, “hoje já é algo tranquilo, todos entenderam”, porém, de acordo com o prefeito, “foi informado ao MP que continuaríamos de acordo com o nosso decreto e não adoraríamos a fase 1. Não houve judicialização até o presente momento e acredito que não vá ocorrer”, pontuou Claudionor.

Para se ter uma ideia da tranquilidade que vive Nova Mamoré, na Ala COVID do hospital de campanha tinha apenas um paciente internado ontem (9). Além disso, os comerciantes se adequaram às novas regras para funcionamento. Hoje, já não há mais necessidade de fiscalização intensa no comércio. Oficialmente, Nova Mamoré tem 352 casos, 308 recuperados e apenas cinco óbitos.

O governador Marcos Rocha deverá publicar novo decreto ainda hoje, reclassificando alguns municípios, dentre eles Nova Mamoré que vai para a Fase 3.


AROM comenta reunião de ontem

Atendendo uma solicitação da Presidente da AROM, Gislaine Lebrinha, que tem buscado o contínuo diálogo, o governador Cel. Marcos Rocha se reuniu com todos os prefeitos na noite de ontem, (09), para debater sobre uma proposta de adequação dos critérios de classificação dos municípios, nas fases de isolamento social do Decreto Estadual. Para os próximos dias, mudanças considerando às solicitações dos prefeitos, por meio da AROM, serão implementadas, garantiu o governador. As mudanças preservam o objetivo inicial da estratégia, que é evitar o colapso do sistema de saúde, sem impor restrições desnecessárias à atividade comercial.

Desde 29 de junho com a edição da portaria nº 11, quando 22 municípios e a capital foram enquadrados na fase I, do decreto estadual, AROM e equipe do Governo vem mantendo diálogo para construção de critérios que avaliem não apenas a saturação de UTI por macrorregião, mas o comportamento do vírus e as condições locais de cada município.

Conforme destacou a presidente da AROM, alguns municípios não precisavam implementar medidas de isolamento tão restritivas. “Não podemos analisar com os mesmos critérios, um município como Porto Velho, com mais de 500 mil habitantes, e municípios do interior com 3 mil habitantes. Para um município que não tem nenhum caso grave da covid-19 é desproporcional e prejudica ainda mais a economia. Nenhum prefeito ou cidadão quer isso, e a gente agradece ao Governador por compartilhar desse mesmo pensamento e por colocar a sua equipe a nossa disposição para buscarmos uma solução” disse a Lebrinha.

Na reunião, todas as regiões foram representadas por falas dos prefeitos. O Conesul pelo Prefeito Eduardo Japonês, a Zona da Mata pelo Prefeito Delegado Araújo e Prefeito Dr. Lauro, a Região Central pelo Prefeito Claudio Santos, o Vale do Jamari pelo Prefeito Leomar e Prefeito Thiago Flores e a perola do Mamoré pelo Prefeito Claudionor, a qual foram unanimes no agradecimento ás novas medidas, bem como explicitando suas atuações na atenção básica e alguns até com investimento na alta complexidade.

Fala uniforme dos gestores quanto a dedicação e afinco que tem demonstrado o Estado e as secretarias de Governo para superação da pandemia e de seus efeitos na economia e demais setores. Assim como a padronização que está ocorrendo quanto ao atendimento na Atenção Básica de Saúde para a prevenção, em especial quanto a adoção do protocolo de atendimento e tratamento na fase inicial da doença e demais medidas profilaxias que evitam o agravamento dos pacientes com a covid-19.

Diante do cenário positivo dos municípios no enfrentamento da pandemia, Marcos Rocha também está convencido de que é possível controlar o avanço da covid-19, evitar o colapso do sistema de saúde e continuar as atividades comerciais nas regiões que apresentam uma incidência controlada dos casos. O governador parabenizou a atuação dos prefeitos e mobilizou sua equipe de governo para, em conjunto com a AROM, um debate permanente dos critérios. Precisamos manter o diálogo, estamos todos no mesmo desafio, os prefeitos, setor produtivo e cidadãos. Precisamos vencer com ações em conjunto também. Precisamos saber respeitar a liderança um do outro e manter a união e responsabilidade”, disse o governador.

Lebrinha, em nome dos prefeitos agradeceu também a disponibilidade e empenho do chefe da casa civil, Junior Gonçalves e o Secretário da Sefin Luís Fernando. Durante essa semana, foram várias as ocasiões em que reunimos nossas equipes, com a participação de diversos técnicos e tivemos a possibilidade de transmitir o real cenário dos municípios. Estamos confiantes de que os municípios e população será beneficiada com os próximos decreto,” finalizou a presidente da AROM.

Mais RO com informações da AROM