Conectado por

Polícia

Acusado de matar cantor nega crime e promete se entregar à polícia

Publicado por

em

Na tarde desta segunda-feira, 21, o pedreiro Josiel da Costa Rodrigues, 27 anos, suspeito de ser o autor dos tiros a queima roupa que mataram o cantor Maylson Campos, negou qualquer participação no crime, que aconteceu na madrugada de ontem.

O suspeito disse que esteve mesmo no local do homicídio horas antes, mas acabou indo para a casa da namorada, com quem garante ter ficado até amanhecer o dia. “Estava muito frio e o movimento era fraco, por isso saí de lá por volta das 2:00h da madrugada. Conversei com várias pessoas no local, porque sou muito conhecido”, argumentou, referindo-se à casa noturna Forró do Sítio, palco do assassinato.

Sobre as acusações da dançarina Solange de Souza Dias, 21 anos, sua ex-namorada, que em depoimento à polícia o apontou como o assassino do artista, Josiel rebate: “Ela é muito falsa e quer me colocar na cadeia”. O pedreiro disse que se separou da jovem justamente porque ela tinha o sonho de ser dançarina e ele não concordava com a profissão.

O construtor admite que realmente atirou contra outro ex-namorado da antiga parceira, com quem tem uma filha de 03 anos: “Atirei, sim, mas porque ele andava me ameaçando de morte”.

Quanto ao crime atual, Rodrigues garante: “Nem sabia que ela tava tendo um caso com esse cantor. E, mesmo que soubesse, não faria nada. Ele era muito querido em Vilhena. Eu estou construindo uma casa para me casar com minha atual namorada. Ela pode confirmar que eu estava em sua companhia na hora do crime”.

Josiel disse que ainda está em Vilhena desde o ocorrido e anunciou que irá se apresentar amanhã à polícia, acompanhado de seu advogado: “Quem não deve não teme”.

Antes de encerrar a conversa, o acusado mostrou o print postado por Sol num grupo do WhatsApp, contendo uma suposta ameaça: “Nós estávamos tão felizes. Ele dizia que era o homem mais feliz do mundo. Isso não vai ficar assim, eu juro”.

Para reforçar sua versão de que não matou o rival, Josiel lembra que já esteve em vários locais onde Maylson estava cantando, e não fez nada contra ele. E finaliza: “Esse cantor, uns dias atrás eu cedi minha casa pra ele fazer um vídeo de seus eventos deles. O DJ andynho morava comigo e e eles fizeram a gravação na minha casa. Estou muito triste, está pesado pra mim por uma falsa acusação. A população está contra mim”.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *