Conectado por

Cuiabá-MT

Postos de combustíveis de Cuiabá registram oscilação nos preços do etanol e da gasolina


Compartilhe:

Publicado por

em

Os postos de combustíveis de Cuiabá estão registrando oscilação nos preços do etanol e da gasolina. Mesmo após o corte de impostos federais e da redução de alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), os consumidores não perceberam as alterações em alguns postos.

Em uma pesquisa divulgada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço da gasolina foi verificado em 73 postos de combustíveis. Segundo o levantamento, o menor preço encontrado era de R$ 5,37 e o maior, de R$ 6,75 o litro. Na média, o valor ficou em R$ 5,89 o litro.

O economista Jonil Vital explica que essa redução ainda vai levar alguns dias para chegar até a bomba.

“As distribuidoras devem repassar isso para os postos varejistas, que devem repassar aos consumidores. De repente isso não é passado imediatamente ou na mesma proporção, vai muito da concorrência também entre os diversos atores envolvidos na venda do combustível”, disse.

Nessa oscilação de preços, os consumidores questionam o valor do etanol. Nos últimos dois dias, o litro teve um aumento de R$ 40 em Cuiabá. Em alguns postos, esse aumento foi visto de um dia para o outro.

Segundo a ANP, em uma análise feita em 72 postos, o preço médio do etanol em Cuiabá é de R$ 3,77. O menor preço foi registrado a R$ 3,55 o litro e o maior a R$ 4,49.

De acordo com o diretor executivo do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Mato Grosso (Sindpetróleo), Nelson Soares Junior, essa alta pode ter acontecido em função do próprio mercado.

“Nós tivemos semana passada, uma série de baixas e agora está tendo um movimento pequeno de alta, mas a gente acredita que isso é em função da própria concorrência. Tão logo as distribuidoras passam para os postos e, com certeza, o consumidor também vai sentir”, disse.

Redução da Petrobrás

 

A Petrobrás anunciou, nessa quarta-feira (20), a primeira queda no preço do litro da gasolina desde dezembro do ano passado. Nas refinarias a redução é de R$ 0,20.

O valor do litro passará de R$ 4,06 para R$ 3,86 por litro. Os preços cobrados nos demais combustíveis não serão alterados.

No último ajuste, anunciado pela Petrobras em junho, o preço médio de venda de gasolina havia subido de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro (alta de 5,18%).

Os preços de venda de combustíveis às refinarias pela Petrobras são um dos fatores de composição do preço final dos combustíveis, junto com impostos e fatia de distribuidoras e revendedores.

G1

Publicidade
Governo de Rondônia
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento