Conectado por

Mato Grosso

“Convenção será um tumulto; vai pegar fogo”, prevê Janaina Riva


Compartilhe:

Publicado por

em

Vice-presidente regional do MDB, a deputada Janaina Riva prevê uma convenção com muita discussão por espaços. A reunião está agendada para o dia 27, uma quarta-feira, tanto para o diretório nacional como regional.

A sigla está divida nacionalmente em relação ao apoio a presidente da República. No partido há defensores do ex-presidente Lula (PT), do presidente Jair Bolsonaro (PL) e da senadora Simone Tebet (MDB).

“Será uma confusão, um tumulto mesmo. É briga por espaço para ver quem convence mais”, afirmou a parlamentar em entrevista ao programa Cidade Agora, da TV Record, em Rondonópolis.

A discussão, segundo Janaina, também se estende ao apoio das candidaturas no Estado, como Senado e Governo. Em Mato Grosso, a sigla definiu que não terá candidatura própria às majoritárias e que irá coligar.

Ocorre que o entendimento não está absoluto dentro da sigla. Janaina apontou que ao Senado, por exemplo, há uma ala a qual ela pertence que defende o apoio à pré-candidatura do senador Wellington Fagundes (PL) e outra que quer o deputado federal Neri Geller (PP).

Assim, o entendimento será definido no voto dos correligionários.

“É um partido democrático, e hoje temos discussões inclusive sobre o apoio a candidatura ao Senado em Mato Grosso, e a Governo há uma divisão muito grande. […] Em que alguns já estão definidos com o governador Mauro Mendes (União Brasil) e outros querem ver uma nova opção”, afirmou.

“Isso dentro do partido é comum, nós vamos para convenção com partido em discussão. E nossa convenção pega fogo no dia 27. […] E esperamos que até dia 5 de agosto já esteja pacificado, a coligação com presidente, governador e senador”, completou.

Midia News

Publicidade
Governo de Rondônia
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento