Conectado por

Elza Amorim Carvalho

Visão Enigma: Aécio Neves, honras a Pastores/manobras políticas, Jairzinho cantor – Pra Elza Amorim Carvalho

Publicado por

em

Na madrugada deste dia, 05 de junho de 2019, eu tive as seguintes visões,  porém, eram como enigmas.

Continua após a publicidade

Como as demais visões, eu ouvia vários fatos ao mesmo tempo, e cenas diversas. Uma  das cenas eu conseguir lembrar, pois achei muito impressionante.
Eu vi uma sala, e nesta sala estava uma mulher, eu tinha a impressão que ela era pastora, também, pois, ela exercia outro tipo de autoridade. (Tipo política ou advocacia).
Ela andava de um lado para o outro e falava.
Foi quando um homem abriu a porta, era um Senhor, eu tinha certeza que eu o conhecia,  mas não conseguir discernir quem era.
Ele estava de blazer azul, e os cabelos eram grisalhos, sua estatura era mediana, pele clara.
Ele era o pai da mulher,  e ele disse:  “Preciona o Aécio Neves minha filha, Preciona que ele entega”.
E falou outras coisas, que eu não entendi,  mas tinha algo que envolvia um Bispo.

Em outra visão, eu ouvia muita confusão, agitação, bajulação.
E eu ouvir uma voz masculina a falar: “As honras para pastores é para fazer às suas Igrejas voltar em seus candidatos… Eleições se aproximam”
(Era como se o povo Evangélico causasse preocupação, e começaram a fazer bajulações, jogada política)
( Isto estar evidente)

Depois eu vi algo:
Havia um homem sentado em frente a uma mesa, ele estava com um caderno de desenho e um lápis.
A frente dele havia uma fila de homens em pé.
O homem do desenho tinha que desenhar e acertar a profissão de cada um daqueles rapazes da fila.
Na fila também estava Jairzinho (filho do Jair Rodriguês) e a função dele era médico.
De repente, aquele moço do desenho estava em uma mesa de escritório,  e chegou um homem ali para lhe fazer ameaças, (eu entendi que os negócios do desenhista eram suspeitos)
E o rapaz que entrou, trouxe algo, parecia fotos ou fitas, era para ameaçar o desenhista, forçar o, a fazer o que ele queria, mas, era a mando de outra pessoa.
Foi quando eu vi que o rapaz que chegou, colocou algo para ver a imagem na TV.
Haviam pessoas a minha frente, eu não conseguia ver as imagens, mas, eu sabia que era uma mulher, ela estava grávida e era a esposa de alguém entre eles ali.
A mulher já estava sequestrada, refém.
Foi quando um outro homem que assistia a filmagem,  olhou para a fila dos rapazes das profissões e tentava dá sinal para o Jairzinho, para que ele saísse dali, pois iam atirar, e ele dava a pista: “Estados Unidos, Estados Unidos”.
Parei de ver.

Algo sucederá com o Aécio Neves,  e com o Jairzinho.

Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta.
Ezequiel 33:33

Pra Elza Amorim Carvalho
[email protected]