Conectado por

Mato Grosso

Operações apuram esquema de fraudes ambientais virtuais em MT


Compartilhe:

Publicado por

em

O Grupo de Atuação Contra o Crime Organizado Ambiental (Gaeco Ambiental) deflagrou nesta quinta-feira (21) duas operações com o objetivo de reprimir a atuação de organizações criminosas na área ambiental no estado de Mato Grosso.

Ao todo, estão sendo cumpridos 25 mandados, sendo cinco de prisão preventiva e 20 de busca e apreensão. As ordens judiciais, expedidas pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá, estão sendo cumpridas em municípios do médio norte do estado, capital e no estado de Santa Catarina.

De acordo com o Gaeco Ambiental, a primeira operação, denominada Hamadríade, visa combater empreendimento criminoso que supostamente teria se especializado em fraudar a gestão ambiental no estado, mediante a utilização de créditos florestais existentes apenas no mundo virtual, porém mascarados sob o manto de manejos florestais existentes.

Tais créditos, após emitidos virtualmente, eram transferidos em seguida para outras empresas, maquiando, em tese, a origem ilegal do produto florestal, fazendo uso, para tanto, inclusive, de “laranjas”, e envolvendo empresários, engenheiros florestais, contadores, entre outros profissionais.

As investigações , conforme o Gaeco Ambiental, tiveram início em 2021. Os alvos poderão responder pelos crimes de organização criminosa, lavagem de capitais, falsidade ideológica, uso de documento falso, receptação, transporte ilegal de produto florestal e crime contra a administração ambiental, cujas penas máximas somadas chegam a 28 anos.

Já a segunda operação, denominada Sorocaba, investiga eventual ocorrência de fraudes ambientais envolvendo extensa área de propriedade rural localizada no médio norte de Mato Grosso, com diversos conflitos. Atuam nessa ação, conjuntamente, os peritos do Ministério Público e o Batalhão de Proteção Ambiental, estando todos em diligência para o cumprimento.

As duas operações contam com o apoio do Gaeco da Capital, da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), das Delegacias Regionais de Sinop, Alta Floresta e Guarantã do Norte, do Batalhão de Proteção Ambiental, do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) e de peritos do Ministério Público.

Significado – Hamadríade, na mitologia, é a ninfa dos bosques que nascia e morria com as árvores de cuja guarda estava incumbida e das quais se julgava prisioneira. Sorocaba, por sua vez, em tupi-guarani, significa “Terra Rasgada”.

Fonte: O lIVRE (Com informações da Assessoria)

Publicidade
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento