Conectado por

Saúde

Dormência, fadiga e outros sintomas de doença grave pouco conhecida


Compartilhe:

Publicado por

em

Aesclerose múltipla é uma doença autoimune que atinge o cérebro, os nervos ópticos e a medula espinhal. O sistema imunológico ataca a camada protetora que envolve os neurônios, chamada mielina, e atrapalha o envio dos comandos do cérebro para o resto do corpo. Esse processo é chamado de desmielinização. No Brasil, estima-se 40.000 casos, uma incidência média de 15 casos por 100.000 habitantes, sendo a maioria jovens.

Não se conhece a sua causa exata. Ainda assim, a dieta, toxinas industriais presentes no solo ou na água, níveis reduzidos de vitamina D, alergias, trauma físico e, entre outros, o tabagismo têm sido apontados como potenciais causas.

A esclerose múltipla pode afetar qualquer parte do corpo e os sintomas variam de pessoa para pessoa. Os sinais de alerta mais comuns são:

  • Formigueiro;
  • Dormência;
  • Tremores;
  • Diminuição da força das pernas ou braços;
  • Dificuldade em andar;
  • Desequilíbrio;
  • Dores;
  • Sensação de choque elétrico provocada por alguns movimentos do pescoço;
  • Perturbações da fala;
  • Dor no olho;
  • Diminuição da visão;
  • Visão dupla;
  • Dificuldade em controlar a bexiga;
  • Problemas intestinais;
  • Fadiga;
  • Dificuldades cognitivas;
  • Alterações de humor;
  • Depressão;

Noticias ao Minuto

Publicidade
Governo de Rondônia
Betfair
ÓTICA DINIZ
Online Cassino


Desenvolvimento