Conectado por

Colunistas

Visão: Torre/antena e incêndio, Pra Ludmila Feber, mais rebelião penitenciária


Compartilhe:

Publicado por

em

Na madrugada deste dia 31 de julho de 2019, eu tive as seguintes visões:
Eu vi muitas imagens, lugares,  casas e muitas coisas que eu não conseguir discernir, mas lembro-me ter visto um poste muito alto, destes de hidrelétricas, e depois, casas, ruas.
Depois eu vi um lugar, havia uma estrada no meio, e do meu lado direito, a frente, haviam, parecia casas residenciais, e na frente uma enorme torre/antena destas para capitalizar sinais,  ou similar.
Do outro lado da rua, onde havia uma meia curva, a minha esquerda.
Neste lugar, era um bairro grande ou uma cidade.
De repente, pelo meio, começou a acender-se, e parece que começou tudo ficar incendiado,  e o clarão ia crescendo e se alastrando,  eu estava distante,  mas via tudo ficando aceso.
Parei de ver.

Depois eu vi a Pastora Ludmila Feber, ela estava de mãos dada com uma criança.
Ele estava fazendo algo para ajudar, eu não sei o que era.
De repente,  aproximou-se uma terceira pessoa e falava muito.
E isto gerou um mal entendido, uma tremenda confusão.
Parei de ver.

Depois eu vi muitos homens, pareciam estar uniformizados, roupas laranjas, havia tensão, opressão,  confusão, muito tumulto.
Eu ouvir uma voz masculina dizer assim: “é a sua visão anterior, rebelião em Belém,  não acabou ainda, tem mais”
Eu continuei vendo muitos homens,  acontecia algo muito ruim, era tudo tumultuado, corre-corre,  e eu vi um fumaçeiro subir,  depois vi labaredas de fogo, isto eu já via como estivesse olhando por cima.
E eu ouvir as palavras, rebelião e prisioneiros.

Mas, quando vier isto (eis que está para vir), então saberão que houve no meio deles um profeta.
Ezequiel 33:33

Pra Elza Amorim Carvalho
[email protected]