Conectado por

Aripuanã

VIDEO: PM prende bando de Aripuanã/MT que matou casal de agricultores para roubar veículos

Publicado por

em

Em uma ação rápida entre a Polícia Militar e Civil do Estado do Mato Grosso com o 4º Batalhão de Polícia Militar, em Cacoal, resultou na prisão de uma quadrilha que matou um casal de agricultores na cidade de Aripuanã/MT somente para roubar duas caminhonetes. O crime chocou a população local, pois o casal era muito conhecido na região.

Continua após a publicidade

CORPOS ENCONTRADOS EM PONTO TURISTICO

Na manhã da última quinta-feira, dia 23, populares localizaram o corpo de um homem às margens da Cachoeira Salto das Andorinhas, no município de Aripuanã/MT. A cachoeira fica em uma área do complexo turístico no bairro Cidade Baixa, e o local é bastante frequentado por turistas e moradores da cidade.

A vítima, identificada posteriormente como sendo Luiz Sérgio da Silva Lechuga, de 58 anos, estava com as mãos e pés amarrados e, segundo a perícia, foi lançada no penhasco do mirante ainda com vida.

Durante as diligências, os Policiais Civis descobriram que a vítima havia saído de sua propriedade rural, localizada na Comunidade Rio Branco, na companhia de sua esposa e de um outro homem. Os policiais constataram que os veículos da vítima, sendo uma Hilux e um F.1000, também havia desaparecidos.

Após algumas horas fazendo buscas nas imediações do Mirante, as equipes conseguiram localizaram o corpo da esposa do agricultor, que foi identificada como sendo Rozinha Edileuza da Silva Lechuga. O corpo apresentava lesões no crânio e foi encontrado em penhasco com mais de 80 metros de altura.

VEJA O VÍDEO:

PRISÃO EM CACOAL

Logo que o crime foi parcialmente solucionado, a Polícia do Estado do Mato Grosso emitiu um alerta para as Polícias vizinhas e em menos de uma hora, Policiais Militares do 4º BPM, em Cacoal, avistaram os dois veículos parados em um lavador, no bairro Teixeirão.

Os militares montaram uma campana e depois de algum tempo abordaram dois indivíduos entrando nos veículos. Eles foram identificados como sendo Geovane Martins da Silva, de 24 anos e Luciano Sena Aguiar, de 37 anos. Segundo a Polícia, Geovane era funcionário da vítima e ajudou a elaborar todo o plano macabro.

No começo a dupla negou a participação no latrocínio (roubo seguido de morte), mas depois Geovane acabou confessando que havia cometido o crime e trazido os veículos, com a ajuda de duas amigas, para a cidade de Cacoal. Já o seu amigo, Luciano, falou que estava fazendo apenas um favor para Geovane, de pegar o carro que estava no lavador e levar até um hotel da cidade.

Em seguida, os militares foram até o hotel onde Geovane estava hospedado e localizaram mais duas jovens, identificadas como Amanda Fabíola Almeida de Souza, de 19 anos, e uma adolescente de 17 anos de idade.

Segundo Amanda, foi contratada pelo Geovane para levar a caminhonete Hilux até a cidade de Cacoal, onde ganharia a quantia de R$ 450 reais pelo serviço. Então, ela convidou sua amiga adolescente para dirigir.

As jovens chegaram a postar vários vídeos nas redes sociais ostentando a viagem. Veja os vídeos:

Comanda 190