Conectado por

Economia

Veja como usar o Caixa Tem para movimentar o saque emergencial do FGTS

Publicado por

em

Amovimentação do valor do saque emergencial de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) deve ser realizada por meio digital com o uso do aplicativo Caixa Tem.

Continua após a publicidade

O dinheiro começa a ser liberado nesta segunda-feira (26/06) – primeiramente, aos trabalhadores nascidos em janeiro. Quem nasceu em dezembro recebe em 21 de novembro.

O cronograma de pagamento está organizado de acordo com o mês de nascimento. Mais de 60 milhões de trabalhadores têm direito ao saque. A Caixa estima liberar R$ 37,8 bilhões do FGTS.

Inicialmente, o dinheiro vai ser depositado na Poupança Social digital. O presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, informou que vai abrir uma conta para 55 milhões de brasileiros; o restante, 5 milhões, já têm.

Após algumas semanas, o banco vai liberar ao trabalhador a possibilidade de sacar o FGTS, em dinheiro vivo, e de realizar transferências para outras contas, tanto da própria Caixa como de outros bancos.

Veja como ficou o calendário:
ARTE/ METRÓPOLES

Calendário do saque emergencial do FGTS

Calendário do saque emergencial do FGTS
Caixa Tem

A Poupança Social é uma modalidade de poupança simplificada que tem sido usada, por exemplo, para o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600. No caso do saque do FGTS, a abertura dessas contas seguirá o calendário de pagamento.

A movimentação dessa conta é feita pelo aplicativo Caixa Tem, que pode ser baixado de graça na Google Play (acesse aqui), para celular Android, ou na App Store (aqui) para celular IOS.

Após baixar o aplicativo, é preciso, caso ainda não tenha o cadastro, conceder algumas informações, como, por exemplo, CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e número de telefone.

“Caso o trabalhador não tenha ainda uma Poupança Social Digital, deverá aguardar e observar o calendário oficial de pagamento ou consultar sua situação no aplicativo do FGTS”, enfatiza a Caixa, em nota.

Funções

O limite de saldo e movimentação máxima mensal é de R$ 5 mil. É possível, a princípio, fazer compras; realizar pagamentos de contas de água, luz, gás, telefone; pagar boletos; e usar em mais de 9 milhões de maquininhas de cartão.

Com a liberação da Caixa, o trabalhador poderá, a partir de 25 de julho, a depender da data de nascimento segundo o calendário do FGTS: realizar o saque em espécie; e transferir os recursos para contas de qualquer outro banco.

Veja o passo a passo desses serviços:

Como fazer compras

É possível fazer compras no comércio (estabelecimentos habilitados) pelo aplicativo Caixa Tem, sem precisar sacar o dinheiro. Antes de sair de casa, lembre-se de ver se tem saldo na conta.

O presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, ressaltou que o trabalhador pode comprar qualquer coisa com o dinheiro na conta Poupança – algumas notícias falsas (des)informavam que a conta seria bloqueada caso a Caixa identificasse certas compras.

1

Como pagar boletos e faturas

Para fazer o pagamento de água, luz, telefone e outros boletos e faturas, basta apontar a câmara do celular para o código de barras quando selecionar a opção de pagamento. Confira:

Como efetuar o saque em espécie

Com o código gerado no aplicativo Caixa Tem no celular, o trabalhador poderá realizar saque em um caixa eletrônico, lotérica e correspondente Caixa Aqui.

Essa opção será liberada pela Caixa Econômica somente algumas semanas após o dinheiro ser creditado na conta Poupança Social.

Como transferir dinheiro

Para realizar transferência de dinheiro para contas de outro banco, é preciso digitar o CPF da pessoa que receberá o dinheiro, além dos dados da conta. O valor só aparecerá na conta no dia seguinte.

Na opção QR Code, você vai usar a câmera do seu celular para que o Caixa Tem leia os dados da conta para onde vai o dinheiro.