Conectado por

Saúde

Uso de medicamentos em crianças: Alguns cuidados que devem ser observados


Compartilhe:

Publicado por

em

O uso de medicamentos em crianças deve sempre ser orientado por um pediatra e ter a supervisão dos pais ou responsáveis. Alguns cuidados simples podem evitar intoxicações, alergias ou a administração errada de doses ou medicações.

  • Siga as recomendações dos pediatras. Não dê medicamentos por conta própria para o seu filho, isto pode ser prejudicial à saúde.
  • Na hora em que receber uma prescrição para seu filho, assegure-se de que tudo o que foi explicado está devidamente entendido. Em caso de dúvidas, pergunte antes de sair do consultório.
  • Leia todas as informações das bulas e siga as orientações fornecidas pelo laboratório.
  • Não use medicamentos contra tosse e resfriado em crianças com menos de dois anos de idade, a não ser que você receba orientações específicas de um médico para usá-los.
  • Não dê doses maiores do que as recomendadas para uma criança ou em intervalos de tempo diferentes daqueles estabelecidos para cada medicação. O excesso de medicação pode trazer danos irreversíveis à saúde da criança. Certifique-se de que a dose correta está sendo dada à criança.
  • Não suspenda um medicamento antes do prazo de uso estipulado pelo médico. Qualquer dúvida deve ser conversada com o pediatra.
  • Não dê medicamentos de “USO ADULTO” para crianças. Use apenas os medicamentos de “USO PEDIÁTRICO”.
  • Informe ao pediatra todos os medicamentos que a criança está usando, para que o médico possa revisar e aprovar o uso combinado desses medicamentos.
  • Use o dispositivo de dose que acompanha a embalagem do medicamento para oferecê-lo a uma criança. Ou seja, use o conta-gotas, colher medida ou o copo-medida que acompanha a embalagem do medicamento. Não troque por outro dispositivo como colher de chá, colher de sopa, etc. Isso pode alterar a dose que está sendo oferecida à criança. Caso não entenda como usar este dispositivo, NÃO USE. Pergunte primeiro ao médico sobre o uso correto do medicamento.
  • Medicamentos contra tosse e resfriado apenas tratam os sintomas do resfriado como congestão, febre, dor e irritabilidade. Eles não curam o resfriado. A criança melhora com o passar do tempo e evolução da doença, principalmente com o aumento da oferta de líquidos e repouso.
  • Caso a criança não melhore ou piore, pare de usar o remédio e procure imediatamente um médico.
  • Qualquer reação da criança ao uso de um novo medicamento deve ser imediatamente comunicada ao médico.
  • Não deixe medicamentos ao alcance das crianças. Eles devem ser guardados em armários fechados e em uma altura que impeça o acesso das crianças aos mesmos.
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento