Conectado por
Governo de Rondônia

Geral

Trump está disposto a convidar Kim para visitar os EUA

Publicado por

em


Continua após a publicidade

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, se reuniu com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta quinta-feira (7), na Casa Branca.

O objetivo principal do encontro era discutir a reunião que Trump fará com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, na próxima terça-feira (12), em Singapura.

Em uma coletiva de imprensa com o premier japonês, o mandatário norte-americano falou que espera “muito sucesso” na conferência com Kim.

“Espero que o encontro em Singapura demonstre um bom futuro para a Coreia do Norte e para o mundo”, disse Trump, reforçando que, para o encontro acontecer, teve ajuda do primeiro-ministro do Japão, mas também do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

Trump ainda falou que teria mais de uma reunião com o líder norte-coreano, com a possibilidade de a próxima cúpula ser agendada na Casa Branca. Um de seus principais objetivos é assinar um “acordo de paz” com Pyongyang.

“Poderemos assinar um acordo para o fim da guerra com a Coreia do Norte. Estamos pensando nisso. Mas seria somente o começo. O que acontecerá depois é o importante”, declarou o magnata. Ainda assim, o presidente disse que está disposto a abandonar o encontro com o Kim caso não obtenha “sucesso”.

O premier japonês, por sua vez, reforçou que almeja um processo de “normalização” na península. “A Coreia do Norte verá um futuro brilhante pela frente. Kim Jong-un está disposto a deixar o passado para trás para promover uma cooperação econômica entre os países”, disse.

Shinzo Abe também falou em um possível encontro com Kim, se as relações estabelecidas com Trump obtiverem sucesso.