Conectado por

Juína

Trabalhador é condenado por desmatar terra indígena ao entrar com ação após ser atingido por tronco em MT

Publicado por

em

Um trabalhador contratado para derrubar árvores em uma terra indígena próximo ao município de Juína, a 737 km de Cuiabá, foi condenado a pagar multa ao entrar com uma ação na Justiça após um acidente de trabalho.

Continua após a publicidade

A decisão é do juiz Ediandro Martins, da Vara do Trabalho de Juína e foi divulgada na quarta-feira (27).

Na ação, o trabalhador contou que foi contratado em 2018 para derrubar 400 alqueires de mata nativa na região do Rio Preto.

Pelo serviço, receberia R$ 3 mil por mês sob a ordem de realizar o trabalho a longo prazo para não chamar a atenção dos órgãos de fiscalização ambiental.

Doze dias após o início do serviço, entretanto, o trabalhador foi atingido por um tronco e sofrer traumatismo craniano e ficou impedido de continuar o trabalho.

Após deixar o hospital, ele teria procurado os contratantes, que teriam negado ajuda alegando não ter o contratado.

Em depoimento, o trabalhador admitiu saber que estava praticando crime.

“Não apenas o Reclamante estava praticando ilícito ambiental pela derrubada da mata em terra indígena, como igualmente assentou que a madeira derrubada era retirada para venda aos madeireiros da região”, diz trecho da decisão.

Ainda de acordo com o despacho, os pedidos de indenização pelo acidente foram julgados improcedentes e definiu a multa por litigância de má-fé em 10% do valor da causa de R$ 139,5 mil.