Conectado por

Religião

Todos vão para o céu?


Compartilhe:

Publicado por

em

Alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus. Lucas 10:20

A festa estava no auge, era uma atmosfera emocionante. A banda tocava músicas em alto som, e quando os espíritos dos convidados alcançaram o pico do enlevo, todos cantaram: “Nós vamos todos, todos, todos ir para o céu”. Alfredo ainda estava cantando o refrão quando se dirigiu na direção do carro de um amigo. Em seguida, o inesperado aconteceu. O motorista bêbado bateu seu carro, com grande velocidade, numa árvore. O barulho foi a última coisa que Alfredo se lembrava.

Quando ele acordou, viu que estava num hospital. De forma gentil, a enfermeira supervisora da ala lhe deu as novas: Alfredo foi o único sobrevivente. Todos os outros estavam mortos. Por um longo período de tempo Alfredo foi incapaz de se comunicar. A canção que a banda tinha tocado continuava ressoando em sua mente: “Nós vamos todos, todos, todos ir para o céu”. Todos? Sério? Pela primeira vez em sua vida ele começou a pensar sobre isto. Seria ele capaz de entrar no céu como estava? Sua confrontação com a morte o fez duvidar. A pergunta acerca do que vem depois tornou-se cada vez mais e mais urgente.

“Nós vamos todos, todos, todos ir para o céu” — que truque baixo de Satanás. Essa canção era muito antiga, e tinha sido cantada por milhões que nunca imaginaram que se tratava de uma mentira. Deus decide a questão acerca do céu e do inferno. E a Bíblia afirma, claramente, que nem todos entrarão nos céus. Mas também afirma, de modo igualmente claro, que nós podemos conhecer agora mesmo se iremos chegar lá. Nós mesmos somos responsáveis, aqui e agora sobre a terra, pelo caminho que adotamos em direção à eternidade.

Tenha certeza que você sabe seu destino final. A Bíblia nos mostra o caminho; é pela fé na Pessoa e obra do Salvador Jesus Cristo.   

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento