Conectado por

Música

The Send Brasil 2020 reúne mais de 170 mil pessoas

Publicado por

em

O The Send 2020 foi a segunda edição do congresso de avivamento que nasceu nos Estados Unidos. Ele aconteceu simultaneamente em três palcos: nos estádios do Morumbi e Allianz Parque, em São Paulo, e no Mané Garrincha, na cidade de Brasília.

Cerca de 110 pregadores e cantores se apresentaram para 170 mil pessoas. O maior público foi o do Morumbi, cerca de 80 mil, de acordo com os organizadores. No Allianz Parque foram 63 mil e em Brasília, 27 mil.

O evento reuniu pregadores dos mais diversos estilos e denominações como Andy Byrd, Silas Malafaia, Todd White, Téo Hayashi, Talitha Pereira, Deive Leonardo, Francis Chan e Fabíola Melo.

Na música, o predomínio foi do estilo worship. Fernanda Brum, Rebeca Carvalho, Gabriel Guedes, Gabriela Rocha, Isadora Pompeo, Morada, ministério de louvor da Bethel Church, Adhemar de Campos, Asaph Borba, Laura Souguellis e Priscilla Alcantara também cantaram.

Andy Byrd, da JOCUM

O missionário Andy Byrd, um dos líderes do Jovens Com Uma Missão (JOCUM), incentivou a Igreja Brasileira a se engajar na obra missionária, durante ministração no The Send neste sábado (8).

“Brasil, você é ungido para tocar o mundo todo”, disse Byrd a milhares de pessoas no Estádio do Morumbi. “Brasil, você já é a segunda nação que mais envia missionários em todo o mundo. Mas quantos aqui creem hoje que o Brasil vai enviar mais missionários do que qualquer outra nação na história?”

“Brasil, chegou a sua hora! A colheita está pronta e, no Brasil, os trabalhadores estão se levantando”, declarou o missionário.

Byrd citou dados de agências missionários, que indicam que mais de 3 bilhões de pessoas pelo mundo não tiveram a oportunidade de ouvir o Evangelho em suas localizações. Diante disso, ele desafiou: “Será que é o Brasil que vai ter a herança do último grupo de pessoas não alcançadas em toda a Terra?”

Ele também citou os dados do último Censo do IBGE, indicando que há 60 milhões de evangélicos no Brasil. “O Brasil está num despertar espiritual”, observou. “Você é fruto e também é catalisador para isso. Será que o Brasil pode dar 1% do seu povo, da sua nova geração, para as nações da Terra?”

Andy Byrd, um dos líderes da JOCUM, durante ministração no The Send Brasil. (Foto: The Send)
Andy Byrd, um dos líderes da JOCUM, durante ministração no The Send Brasil. (Foto: The Send)

“Se o Brasil fizesse isso, teríamos hoje 600 mil novos missionários. Hoje só existem 420 mil missionários em todo o mundo. Somente o Brasil, poderia mandar mais missionários do que todas as outras nações da Terra juntos. Essa é a sua hora de levar o Evangelho para lugares onde ele nunca foi antes”, completou.

Silas Malafaia

Em sua ministração no The Send neste sábado (8), o pastor Silas Malafaia lembrou que “não vamos transformar essa geração se primeiro não formos transformados pelo Evangelho”.

Falando a uma multidão no Estádio do Morumbi, Malafaia observou que a luz não brilha onde há luz, mas sim onde há trevas. “Se vida cristã é duas horas de culto na igreja, o nosso cristianismo está falido”, disse.

O pastor também fez uma comparação sobre a devoção religiosa característica entre os muçulmanos, e a falta dela entre os evangélicos.

“Jovens muçulmanos vão para as universidades na Europa, passam lá entre cinco e dez anos, e quando voltam para as suas nações, voltam muçulmanos. Nada muda a crença e os valores deles. Jovens evangélicos brasileiros estão indo para as universidades e, três meses depois ouvindo professores humanistas, ateístas e esquerdopatas, voltam contaminados, duvidando de crenças, valores, de Deus, chamando o pastor de fascista e homofóbico”, observou.

O pastor Silas Malafaia ministrou no The Send Brasil. (Foto: The Send)
O pastor Silas Malafaia ministrou no The Send Brasil. (Foto: The Send)

“O movimento muçulmano vai do radical para o mais radical. O muçulmano não abre mão, nem por uma vírgula, de seus princípios. Sabe o que está acontecendo com a Igreja? Estamos indo da verdade do Evangelho para o leviano. Um Evangelho que é adaptável a esse mundo, [digo] não — mil vezes não”, acrescentou o pastor.

Malafaia deu uma mensagem de incentivo para os universitários cristãos no Brasil: “Quando você chega na universidade e você é luz, o primeiro impacto é o deboche. Vão ridicularizar você, vão zombar de você e vão isolar você. À medida que o seu testemunho começa a contagiar, os que zombam vão ver que você tem alguma coisa diferente”.

“Não é você que tem que ser atraído por esse mundo, é você que atrai o mundo pelo poder do Evangelho”, destacou o pastor.

Francis Chan

O pastor americano Francis Chan observou que muitos cristãos estão preocupados com sua vida terrena, inclusive quando se trata das questões da igreja.

“Nós precisamos de uma geração que está disposta a ir para qualquer lugar. Uma geração que considera que sua vida não tem valor algum, a não ser o valor de poder usar seus lábios para falar de Jesus”, disse Chan a milhares de pessoas no Estádio do Morumbi.

Francis contou que mora em São Francisco, na Califórnia — um lugar onde as pessoas são exigentes com comida. Mas ele se deparou com outra realidade no ano passado, quando visitou um acampamento com milhares de pessoas desabrigadas na África.

O pastor Francis Chan em ministração no The Send Brasil, no Estádio do Morumbi. (Foto: Reprodução/The Send)
O pastor Francis Chan em ministração no The Send Brasil, no Estádio do Morumbi. (Foto: Reprodução/The Send)

“Quando a minha van entrou naquele lugar, eu vi uma mulher que gritava muito alto. Foi o grito mais alto que já ouvi na minha vida. Eu olhei para os pés dela e vi seu filho ali. Ele parecia um esqueleto, só havia pele e osso”, contou. “Eu olhava para aquele mar de pessoas famintas e pensava: ‘Eu tenho que fazer algo’”.

“Foi muito difícil voltar para São Francisco e ser exigente com comida. É difícil ser exigente com comida quando você sabe que tem gente que passa fome”, continuou o pastor.

Francis fez um alerta: “Agora mesmo a Igreja está cheia daqueles que são exigentes com comida espiritual. Nós ouvimos sermão atrás de sermão. Nós criticamos ‘eu gosto mais desta pregação do que daquela’, ‘eu gosto mais desta banda do que da outra’. Enquanto isso, há pessoas morrendo sem ouvir falar de Jesus. Isso não é justo!”.

“Não dá para ficar sentado, criticando sermões, quando tem gente que não sabe quem é Jesus”, destacou o pastor.

Damares Alves

“Quando nós acabarmos esse evento hoje, 32 crianças e adolescentes terão sido assassinadas no Brasil”. Com esse alerta, Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, iniciou seu discurso no The Send Brasil.

“Nunca as crianças nessa nação foram tão atacadas, e nós precisamos entender o que está acontecendo com o Brasil”, disse a ministra neste sábado (8) a milhares de pessoas no Estádio do Morumbi.

A ministra Damares Alves incentivou a adoção em discurso no The Send Brasil. (Foto: The Send)
A ministra Damares Alves incentivou a adoção em discurso no The Send Brasil. (Foto: The Send)

Damares informou que o Brasil é a pior nação da América Latina para se nascer menina e o 4o país do mundo em casamento infantil. “E agora nós estamos diante de uma tragédia, que é o estupro de bebês no Brasil”, denunciou.

“A violência contra as crianças nessa nação nos assusta, mas eu quero falar sobre uma violência que nós não falamos dentro da Igreja: estamos deixando crianças para trás”, declarou Damares.

A ministra pontuou que há cerca de 47 mil crianças em abrigos no Brasil e 9 mil prontas para serem adotadas. Diante disso, ela questiona: “Cadê a igreja? Nós somos um povo que fomos adotados pelo Eterno. Uma igreja que foi adotada tem que adotar”.

Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro fez uma aparição surpresa no The Send em Brasília neste sábado (8), no estádio Mané Garrincha.

Bolsonaro foi recebido no palco do Mané Garrincha ao som do hino nacional. Antes de discursar, ele recebeu uma mensagem do pastor Marcos Borges Coty, da Jovens Com Uma Missão (JOCUM).

“O Espírito Santo colocou uma palavra em meu coração: Deus não vê como o homem vê. O homem vê a aparência, mas Deus vê o coração. Deus usa as coisas loucas para confundir as sábias, as coisas fracas para confundir as fortes, as coisas que não são para envergonhar as que são. O poder de Deus se aperfeiçoa na sua fraqueza. O Senhor é contigo”, disse ele.

“Estou aqui porque acredito no Brasil e nós estamos aqui porque acreditamos em Deus”, disse Bolsonaro à multidão. “O Brasil mudou. Palavras antes proibidas começaram a se tornar comuns: Deus, família e pátria”.

Mais uma vez, Bolsonaro disse que os evangélicos fizeram a diferença no resultado das últimas eleições.

The Send Brasília
Jair Bolsonaro no The Send Brasília (Foto: Pleno News)

“Vocês decidiram, vocês foram o ponto de inflexão há dois anos, decidindo mudar o destino do Brasil. Devo a Deus a minha vida por uma ocasião das eleições, devo a vocês a missão de dar um norte para o destino do nosso Brasil”, disse ele.

O presidente ainda destacou: “O Estado pode ser laico, mas Jair Bolsonaro é cristão”.

“Eu não sei como estou aqui, mas algo muito importante me conforta, Deus sabe. Nada fazemos se não for por Ele”, disse Bolsonaro. “Peço sabedoria e coragem a Deus todos os dias, para decidir o futuro do nosso Brasil”.

“Vocês fizeram a diferença”, disse aos cristãos. “Hoje temos um governo que respeita os valores familiares. Temos um governo que deve lealdade a seu povo e, acima de tudo, que é temente a Deus”.

Fernanda Brum

A cantora Fernanda Brum se apresentou no The Send, neste sábado (8). Ela esteve no palco do Allianz Parque, ministrando sobre a vida dos participantes.

Brum emocionou a platéia com o sucesso O Que Tua Glória Fez Comigo, ao lado dos cantores Isadora Pompeo e Marcus Salles.

Em sua rede social, a cantora compartilhou vídeos de sua presença no evento. Em uma publicação, ela destacou a importância da união para “despertar milhares de pessoas em direção ao cumprimento do Ide”.

No ano passado, ela esteve na edição de Orlando, nos EUA, como parte do público. Nesse ano, em São Paulo, ela também levou o marido, Pr. Emerson Pinheiro, e os filhos, Isaac e Laura.

Ludmila Ferber

A pastora Ludmila Ferber participou do The Send, em Brasília. Aos 54 anos, ela emocionou ao falar do câncer que enfrenta no pulmão com metástase no fígado e nos ossos.

“Eu luto contra um câncer há dois anos. O engraçado é que eu já estou curada porque pelas Suas pisaduras nós fomos sarados. O laudo do médico ainda não saiu, mas surpreenderá os médicos porque o que sinto aqui é 100% cura”, afirmou.

Em um dos momentos ela cantou com Rebeca Carvalho e Pedras Vivas um medley de Os Sonhos de Deus e Recebe a Cura. Ferber pregou ainda para os jovens, a maior parte dos 170 mil espectadores nos três locais do evento. A média de idade do público é de 24 anos.

“Os jovens dessa geração jamais se renderão. Todos nós somos jovens, mas de gerações diferentes. A diferença é que estamos vivos, vivos em Cristo Jesus e jamais nós renderão”, concluiu.

Ludmila Ferber, Rebeca Carvalho e Pedras Vivas Foto: Pleno.News

Mais de 4.800 pessoas aceitam Jesus no The Send

O pastor Teófilo Hayashi, organizador do The Send no Brasil, anunciou que 4.877 pessoas confessaram sua fé em Jesus Cristo nos três estádios onde o evento acontece simultaneamente neste sábado (8).

Os dados foram coletados no aplicativo oficial do The Send, onde os participantes expressaram seu comprometimento em tópicos apresentados pela plataforma.

Cerca de 4.900 jovens se comprometeram a evangelizar as universidades e 3.000 adolescentes se comprometeram evangelizar as escolas do ensino médio. Outros 10.419 jovens estão dispostos a serem treinados como missionários e serem enviados para as nações.

Se tratando da adoção, um tema que teve destaque nesta edição do The Send, 6.457 pessoas disseram que estão dispostas a adotar órfãos.

Houve também 23.952 compromissos de jovens dizendo que irão entrar no plano diário de leitura bíblica e outros 26.671 disseram que vão começar um jejum de 40 dias, proposto pela equipe The Send.

Os momentos finais do The Send Brasil foram marcados por um mover do Espírito Santo, começando com os momentos de adoração onde Bethel Music e Priscilla Alcântara cantaram músicas em português e inglês.

Na sequência, o pastor Randy Clark começou a ministrar sobre o batismo com Espírito Santo.

Com o estádio do Morumbi ainda lotado, os pastores se uniram em oração clamando a Deus para que os presentes começassem a falar em línguas e ter experiências sobrenaturais.

O pastor Clark sentiu de ministrar por curas, dando alguns exemplos de problemas físicos que Deus estaria curando naquele momento como, por exemplo, problemas físicos gerados por cirurgias ortopédicas com próteses metálicas.

Foi também no final do evento que aconteceu o ato profético, assim como na primeira edição – em Orlando (EUA). Com os pés descalços e com os tênis nas mãos, o público orou e clamou pelo “envio” para a grande comissão.

Fonte: Pleno News, Gospel Prime e Guia-me