Conectado por

Elza Amorim Carvalho

Tempestades Vem e Se Vão


Compartilhe:

Publicado por

em

E disse-lhe: Onde está a vossa fé?  E eles, temendo, maravilharam-se, dizendo uns aos outros: Quem é este,  que até aos ventos e à água manda, e lhe obedece.  Lucas 08:25

Quando as densas nuvens  se ajuntam, logo premeditamos, vai chover.  E quando as nuvens escurecem na atmosfera, e ventos começam a soprar. dizemos: Vai vir tempestades. 
No entanto, não nos desesperamos,  ainda que venhamos a nos preocupar. 
Por certo, tentamos de imediato,  nos prevenir,  proteger o que estar ao nosso alcance, para que às águas não levem o que é nosso.
Isto é o natural do ser humano, porque entendemos, que às muitas águas, elas não cairão para sempre, elas veem, mas chegará um momento, que elas terão que pararem.

É este entender que nós precisamos trazer para todas as áreas da nossa vida. 
Saber que: por mais intensos, e maiores que sejam os problemas, chegará uma hora, que eles cessarão. 
Por que, tudo relacionado a este mundo, passa,  fica para atrás.
O que nós temos que fazer é não permitir que as avalanches que chegam repentinamente, roubem as nossas forças, suguem as energias que nos impulsionam a  viver.
Não podemos aceitar as dores e tristezas como pontos decisivos para a nossa vida.
Se a alegria, ela se torna como nuvens passageiras, vem, mas são dissipadas por ventos momentâneos. 
As dores também são como tempestades,  podem até causar algum tipo de destruição,  mas tão certo o quanto apareceram, também desaparecerão.

O bom é ter equilíbrio, estar ciente que, adversidades sempre existirão,  e que tudo na vida é questão de saber conduzir a situação que estar a nós envolver.
Se entregar diante das lutas,  não irá nos ajudar em nada, pelo contrário,  nos fará sentir como fracassados.
O segredo é acreditar,  mesmo que tudo pareça estar contra. 
Se confiamos que irá dar tudo certo, que iremos vencer as duras provas que chegam até nós,  a probabilidade de dar certo é de noventa e nove por cento.
Pois não estamos a mercê da sorte, mas estamos na zona de combate, e todos que combatem, acreditando, supera limites, salta barreiras derrubam muralhas, destrói fortalezas e vencem gigantes.

Não vem luta sobre nós,  maior que a nossa força, o problema é que o medo de entrar em guerra, se apresenta diante de nós, para nos acorvadar, dair, se não tivermos a ajuda do único cuja a força é sobrenatural,  é invensivel, certamente, iremos nos render,  nos fazer como  derrotados antes mesmos  da  batalha começar. 
Porque o medo aprisiona, enfraquece, debilita. 
Mas, se aquele que tem todo o poder, tanto nos céus, quanto na terra, for o nosso ajudador, a guerra pode ser travada, nos iremos vencer. 
Pois não estamos sozinhos,  está do nosso lado, o Grande Eu Sou.

Se for Deus o motivo da nossa confiança,  nenhuma força poderá nos deter.
Se estar em  Deus, a nossa esperança, já entraremos no combate com a vitória garantida.
Se é Deus a força na qual acreditamos,  o que, ou quem, poderá nos vencer? 
Toda tempestade vira chuvisco, quando confiamos em Deus, Ele é  quem manda em tudo, e, até os ventos, e às águas  lhe obedecem. 
Quando Ele ordena, tudo que existe, a Ele se submete.
Confie sempre em Deus.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *