Conectado por

Religião

Temor e medo


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.
(Isaías 6:3; 1 João 5:20)

Ao longo dos séculos, os crentes têm experimentado confiança e temor na presença de Deus. Moisés, ao ouvir a voz de Deus “encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus” (Êxodo 3:6). Esse temor, manifestado por outros crentes, como Isaías e Pedro, não é medo, mas um temor ao entrar em contato com o que é sobrenatural. Isso é mais que um objeto, uma pessoa, um ser. É Deus, Aquele que criou o mundo, o qual se revelou a Moisés dizendo: “eu sou o que sou” (Êxodo 3:14), expressão insondável. Sem esse todo, não teríamos nada.

Mas esse Deus impressionante é um Deus de bondade, cuja presença enche de alegria o crente. Atraído para Deus, o crente pode testemunhar: “para mim, bom é aproximar-me de Deus” (Salmo 73:28).

A atitude de adorador pode resumir-se em duas palavras: reverência e agradecimento. Ele se inclina diante de Deus pelo que Ele é e expressa sua admiração pelo que Ele tem feito. Nos sentimos impulsionados a adorar, quando meditamos no extraordinário ato no qual o Deus da eternidade veio e assumiu nossa condição humana. Sim, Jesus, o unigênito Filho de Deus se fez homem. Sofreu, chorou, morreu e voltou a viver. Fez tudo isso para dar-nos a vida eterna em comunhão com Ele. Seu amor O levou a descer até nós para salvar-nos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − dezoito =

Publicidade
CRÉDITO JÁ - EMPRÉSTIMOS
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento