Conectado por

Featured

STF manda investigar planilha apreendida com nomes “P. Taques” e “Ministro GM”


Compartilhe:

Publicado por

em

Planilhas apreendidas em posse do conselheiro afastado Antonio Joaquim, do Tribunal de Contas, constam os nomes “Senador P. Taques” e “Ministro GM”. O documento guardado em um envelope identificado como “Bomba A” foi apreendido pela Polícia Federal há 1 ano, na deflagração da Operação Malebolge, que afastou Joaquim e outros 4 conselheiros.

De acordo com informações da jornalista Clarissa Stycer, da coluna de Lauro Jardim, do O Globo, a procurador-geral da República, Raquel Dodge, solicitou que o Supremo Tribunal Federal (STF) determine a elaboração de um relatório de análise do documento. O ministro Luiz Fux, relator da investigação derivada da colaboração premiada (delação) do ex-governador Silval Barbosa, determinou que a perícia seja feita pela PF.

Ainda conforme a coluna, as planilhas supostamente com os nomes de Taques e Gilmar Mendes têm o mesmo formato. “Foram organizadas por ‘nome’, ‘contrato’, ‘instituição’ e ‘valor R$’”. Outros políticos e conselheiros também foram listados. Além disso, ainda há a inscrição do “Prom. José a. Borges”.