Conectado por
Governo de Rondônia

Economia

Sites de apostas esportivas ‘apostam’ em segurança; mercado cresce no Brasil

Publicado por

em


Continua após a publicidade

Competitivo e apaixonado por esportes, o público brasileiro também é um amante das apostas esportivas. Prova disso são os inúmeros “bolões” que já circulam pelo país com a chegada da Copa do Mundo. Segundo um estudo desenvolvido pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), no Brasil, anualmente, são movimentados cerca de R$ 2 bilhões com apostas envolvendo esportes em geral. Mesmo com a proibição da prática e amplas discussões no Congresso sobre a regulamentação, ainda sem definição, o mercado de apostas esportivas segue em amplo crescimento em solo brasileiro.

De acordo com a FGV, se as apostas fossem legalizadas no Brasil, o valor de movimentação econômica desse setor atingiria o montante de R$ 10 bilhões. A análise teve como base a experiência vivenciada pelos franceses, que arrecadam 2,7 bilhões de reais de impostos com o direito estatal – sem contar que, caso as apostas esportivas fossem legalizadas no Brasil, determinado percentual do seu capital poderia ser reinvestido nos esportes segundo uma possível obrigação jurídica.

regulamentação do mercado de apostas esportivas é defendida pelo presidente da OAB/RJ, Felipe Santa Cruz, e pelo professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Pedro Trengrouse, os quais sustentam a importância disso para o combate ao jogo ilegal e ao crime organizado que explora a lavagem de dinheiro nesse âmbito. No Brasil, organizações criminosas vêm se apropriando do jogo, oferecido tradicionalmente por contraventores.

Geração conectada aumenta a procura por apostas esportivas no Brasil

 Nascidos entre 1990 e 2010, a geração Z, a primeira que já nasceu totalmente digital, conectada, móvel e que nunca viu o mundo sem internet, já representa um terço da população mundial. Essa juventude é ávida por novas experiências que combinem a conectividade e interatividade, e é capaz de vivenciar múltiplas realidades, digitais e presenciais, ao mesmo tempo – como as apostas esportivas online.

O mesmo ocorre com os millennials – nascidos entre a década de 80 e o começo dos anos 2000, conhecidos como a geração Y, que viu o nascimento da Internet e não vive mais sem ela. As mudanças no padrão de consumo de informações e conectividade impulsionadas por essa geração têm moldado o mercado de apostas esportivas online: hoje, o perfil do público é de jogadores de bingo a apostadores em esportes variados, com 7% da população brasileira com mais de 23 anos que realiza suas apostas pelo celular.

Não basta apenas assistir aos jogos: esse público deseja interagir com os outros, apostar em tempo real, seja em lances isolados ou no resultado final, com acesso permanente aos dados relevantes, tanto em redes sociais como o Twitter quanto em sites especializados, e está disposto a pagar por tudo isso. Com mais de 70% dos brasileiros dedicados a assistir programas esportivos e partidas de futebol pela TV e pela internet, as apostas esportivas se dividem entre fonte de renda e diversão, já que combinam o lazer com uma forma de ganhar dinheiro online, sem precisar sair de casa ou de experiência prévia.

Sites adotam medidas para dar maior segurança ao apostador

 De olho nesse mercado do trading esportivo – nova tendência para quem gosta de se divertir acompanhando jogos de futebol e outros esportes e ganhando dinheiro com isso – os sites de apostas têm investido esforços em garantir um ambiente sadio para conquistar os participantes. Além de investir em maior segurança, com objetivo degarantir maior reponsabilidade entre os participantes , a maioria das plataformas não aceita jogadores menores de 18 anos. Para isso, contam com ferramentas de verificação que checam a veracidade das contas.

Mentir a idade gera cancelamento de conta e é considerada uma falta grave nos sites de apostas esportivas online. Ainda de acordo com essa cláusula, a publicidade dos portais não foca nesse público e recomenda que os jogos não se tornem um vício, atrapalhando a qualidade de vida e bem-estar dos jogadores.

Confira algumas recomendações para as apostas esportivas continuarem seguras:

●     Mantenha as apostas dentro do seu orçamento;

●     Planeje seu investimento, determinando limites máximos de apostas e de depósitos;

●     Não deixe suas senhas gravadas em computadores públicos ou dispositivos compartilhados;

●     Fique de olho na quantidade de dinheiro e de tempo disponibilizada nas apostas esportivas;

●     Não aposte sob a influência de drogas, álcool ou como forma de espantar problemas pessoais como a depressão;

●     Mantenha o foco na diversão e não nos ganhos monetários, evitando dobrar as apostas para recuperar o dinheiro investido.

Outra forma de manter as finanças em dia com as apostas esportivas é utilizar os códigos promocionais das maiores casas do mundo, que oferecem até o dobro do dinheiro investido com limites de valores como R$ 150, como bônus de boas-vindas, presenteando os novatos com 100% até R$ 120 no primeiro depósito, e outras cortesias como apostas grátis na Libertadores.

Com promoções desse tipo, as ações de fidelização visam cativar os jogadores promovendo oportunidades para que eles conheçam mais os sites e sigam participando com segurança desse mercado que só cresce no Brasil. E definitivamente, parece que medidas como essas vem dando certo, fazendo com que a confiança dos usuários cada dia aumente mais e o volume de apostas em sites do tipo já movimentem US$ 4 bilhões no país.