Conectado por

Candeias do Jamari

Sinal de TV analógica é desligado em Porto Velho e Candeias do Jamari, RO


Compartilhe:

Publicado por

em

As 00h de quarta-feira (15), Porto Velho e Candeias do Jamari, em Rondônia, deram adeus ao sinal analógico na TV aberta. Com o desligamento, as duas cidades rondonienses entram de vez na era digital. Isso acontece após a digitalização de mais de 90% dos domicílios nos dois municípios.

Foram meses de divulgação para garantir que todos os telespectadores tivessem acesso a imagem e som de alta definição até a data limite do desligamento do sinal analógico, 14 de agosto. A medida foi imposta pelo Governo Federal para que a transição pudesse acontecer.

A Seja Digital, parceira no processo de divulgação do sinal digital, iniciou os trabalhos em abril de 2018. De lá para cá, ações de porta em porta garantiram que 91% dos domicílios nos dois municípios tivessem a cobertura digital.

“A cobertura 100% digital traz inúmeros benefícios. Dentre eles, a expansão da cobertura 4G pelas operadoras de telefonia, além de melhor qualidade de som e imagem nos televisores. Fatos que não seriam possíveis com a manutenção do sinal analógico”, destaca Carlino Lima, porta-voz da Seja Digital.

Em Porto Velho, a cerimônia de desligamento do sinal aconteceu na sede da Rede Amazônica e contou com a presença de funcionários da emissora e de um grupo de convidados.

Um dos convidados foi o líder comunitário Francisco Andrade, presidente da Associação dos Moradores do Bairro Ronaldo Aragão, Zona Leste da capital. Ele participou ativamente na divulgação de informações sobre o desligamento do sinal analógico em sua comunidade.

“Muitas pessoas em nosso bairro não sabiam que tinham direito ao kit digital (antena e conversor), mas trabalhamos, em conjunto com a Rede Amazônica para divulgar e, assim, alcançar as mais de 8 mil pessoas que moram no Ronaldo Aragão”, diz o líder comunitário.

Para a diretora executiva da Rede Amazônica em Rondônia, Jucy Canizo, a transição para o sinal digital reforçará o objetivo da emissora.

“Isso é um marco na história da TV aberta e na tecnologia em Rondônia, contribuindo para integrar e desenvolver a Amazônia”, afirma a diretora executiva.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *