Conectado por

Porto Velho

SETEMBRO AMARELO: Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Publicado por

em

Entre as ações, uma sensibilização voltada aos profissionais de saúde da linha de frente da pandemia

Continua após a publicidade

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento social e as adaptações do que se tornou o “novo” normal, as atividades alusivas a data estão sendo realizadas de forma adaptada, evitando aglomerações e garantindo a segurança sanitária de todos.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), através da Divisão de Saúde Mental e do Núcleo Gestor de Educação Permanente (Nugep), está executando uma série de atividades voltadas para a temática de valorização da vida. Entre elas reuniões, palestras e bate papos realizados no formato virtual, para manter o distanciamento social.

Nesta sexta-feira (18), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste vai promover uma ação de conscientização entre os profissionais de saúde que atuam na unidade. O objetivo é promover a conscientização sobre a importância de manter os cuidados com a saúde mental desse público, uma vez que a maioria sofreu alta carga de stress devido a atuação na linda de frente da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Nos dias 22 e 29 de setembro, a Divisão de Saúde Mental vai promover palestras, transmitidas pelo Google Meet, para todos os servidores da Semusa. A psicóloga Francleia Correia também vai falar sobre saúde mental e valorização da vida.

Para o público externo, a Semusa mantém normalizados os atendimentos nos Centro de Atenção Psicossocial (Caps). São três unidades capacitadas para atender o público infantojuvenil, adultos e pessoas usuários de álcool e outras drogas.

A Semusa entende que é necessário falar sobre este tema para incentivar as pessoas a buscar ajuda. Deste modo, ampliando a discussão, é possível levar a mensagem sobre prevenção e cuidados com quem está sofrendo ou com as emoções abaladas, para que isso não seja um gatilho ao impulso contra a própria vida.

Assessoria