Conectado por

Nacional

Será que estou no Cadastro Único? Saiba como descobrir

Publicado por

em

Após iniciativa do Congresso, o governo federal aprovou projeto que prevê o pagamento de um auxílio emergencial no valor de R$ 600 para trabalhadores autônomos e sem renda fixa. O Ministério da Cidadania vai destinar o benefício para inscritos no Cadastro Único até o dia 20 de abril. O pagamento ficou conhecido como “coronavoucher”.

Continua após a publicidade

Há três maneiras para saber se você está inscrito no programa: pelo site do Ministério da Cidadania, pelo aplicativo Meu CadÚnico e pelo telefone. O benefício será pago por causa da crise durante a pandemia de coronavírus.

Se optar por usar o site para descobrir se tem cadastro, você terá de preencher um formulário com nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecionar o estado e município onde você mora. Na sequência, é só clicar em “emitir” para receber o resultado.

Pelo aplicativo de celular, é só inserir as mesmas informações solicitadas pelo site: nome completo, data de nascimento e nome da mãe e estado.

O ministério também disponibiliza canal de atendimento por telefone para tirar as dúvidas sobre os programas sociais e CadÚnico no 0800 707 2003. O serviço de ligação é gratuito, mas precisa ser feito por meio de um telefone fixo.

Só recebo se for cadastrado?
Não. O trabalhador de baixa renda não precisará estar inscrito no CadÚnico para receber o benefício – será necessário apenas cumprir o limite de renda média.

O CadÚnico vai auxiliar na verificação dessa renda para quem está inscrito – para quem não está, a verificação será feita por meio de autodeclaração em plataforma digital. Ainda não foi informado como essa declaração será feita.

Ainda segundo o governo, trabalhadores informais que não constam em nenhum cadastro do governo devem ficar por último no cronograma de pagamento.

METROPOLES