Conectado por

Direto de Brasília

Senador Acir Gurgacz pede prorrogação do seguro-defeso ao Ministério da Agricultura

Publicado por

em

Continua após a publicidade

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) solicitou nesta quarta-feira, 25, por meio de ofício enviado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a prorrogação do pagamento do seguro-defeso aos pescadores artesanais de Rondônia, por conta da pandemia do novo coronavírus. O senador atende reivindicação da presidente da Federação de Pescadores de Rondônia, que também preside a Colônia de Pescadores e Aquicultores Tenente Santana – Z1, de Porto Velho, Marina Gomes Veloso.

De acordo com Marina Veloso, o período de defeso encerrou no último dia 15 de março, sendo este o ultimo mês do seguro. “Os pescadores estavam se preparando para voltar ao trabalho, quando foram surpreendidos pela pandemia do coronavírus. É importante que o governo prorrogue o pagamento do seguro-defeso para que os pescadores possam dar o sustento mínimo aos seus familiares”, aponta Marina.

Para o senador Acir Gurgacz, a reivindicação dos pescadores é justa e precisa ser considerada pelo governo. “Neste momento de pandemia e de grave crise econômica, o poder público precisa olhar com mais atenção para economia e principalmente para as pessoas, para que elas possam atravessar esse período com segurança alimentar”, frisou Gurgacz.

O seguro-defeso é um benefício pago ao pescador artesanal durante o período em que fica impedido de pescar, em razão da necessidade de preservação das espécies, tendo como motivação a reprodução. O período do defeso em Rondônia teve início dia 15 de novembro de 2019 e encerrou em 15 de março de 2020. Em Rondônia, 18 mil pescadores serão beneficiados com a medida.

Assessoria de Imprensa