Conectado por

Rondônia

Semusb desobstrui caixas coletoras da Rua Juazeiro


Compartilhe: Entre no nosso grupo do Whatsapp

Publicado por

em

Em média, por mês, são retirados de 20 a 30 metros cúbicos de entulhos das caixas de captação de água pluvial de Porto Velho. Este material enche cerca de três caminhões caçamba da Prefeitura por mês. Os resíduos são os mais diversos: garrafas pets, latas de refrigerante e cerveja, sacolas, peças de computadores e até carcaças de capacetes e outros objetos. Nos mais variados pontos da cidade o serviço não para, justamente porque essa obstrução, causada pelo descarte irregular do lixo, causa alagamentos e destruição de vias e calçadas.

Esta semana a equipe de manutenção de caixas coletoras da Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) atuou em duas grandes caixas coletoras na Avenida Mamoré com a rua Juazeiro, setor Leste da cidade.

“Fica mais evidente na época das chuvas, pois as águas chegam em maior volume e os resíduos acumulados entopem as caixas e causam a alagamentos, mas no verão também acontece”, disse Wellem Prestes, subsecretário da Semusb.

Apesar da Semusb manter uma equipe de fiscalização, uma boa parte das demandas para desobstrução de galerias chega pelo telefone 3901-3145. “Cem por cento delas estão tomadas por lixo. E todas não conseguem dar vazão à água justamente por isto. Além do transtorno do alagamento essa obstrução acaba estragando as calçadas e as vias”, enfatizou o secretário, pedindo que a população colabore denunciando.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =

Publicidade
Casas De Apostas Online

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento