Conectado por

Municípios

Seminário de Avaliação do Programa de Pesquisa para o SUS apresenta estudos desenvolvidos na área da saúde em Rondônia


Compartilhe:

Publicado por

em

O Governo de Rondônia vai realizar, na próxima sexta-feira (27), o Seminário de Avaliação Final das Pesquisas do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS), referente ao edital da chamada de 2018, da Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero).

Conforme a chefe de gabinete da Fapero, Juliana Bispo, o PPSUS é uma iniciativa de fomento à pesquisa em saúde que tem o objetivo principal de promover tanto o desenvolvimento científico, como tecnológico. Em Rondônia, o Programa vem sendo implementado desde 2013, com a cooperação e gestão compartilhada entre o Governo do Estado, por meio da Fapero e da Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia (Sesau), do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (Decit/SCTIE), e também o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

“Este evento do dia 27 de agosto de 2021 é um Seminário de Avaliação Final do Edital do ano de 2018, do Programa de Pesquisa para o SUS. É um programa muito importante, que tem fomentado diversas pesquisas na área da saúde em Rondônia. É neste seminário que os pesquisadores coordenadores dos estudos científicos irão apresentar, para uma banca avaliadora, o andamento e os resultados de suas pesquisas”, destaca Juliana Bispo, chefe de gabinete da Fapero.

Com início às 8h30, o seminário é aberto ao público. Para acompanhar a apresentação das pesquisas, é preciso apenas preencher um formulário disponibilizado pela Fapero, por meio do link https://forms.gle/pP13PMvS1j3PXPJN9. No dia do seminário, um novo link será enviado aos participantes inscritos, permitindo o ingresso na sala virtual.

O seminário será transmitido virtualmente pela Fapero

“Este é um seminário importantíssimo para quem tiver interesse conhecer quais são as linhas de pesquisa que foram realizadas no estado de Rondônia. São linhas de pesquisa essencialmente na área da saúde e visa beneficiar a população em geral nas ações diversas, desde o atendimento à melhoria no tratamento de diversas doenças, sobre tudo as endêmicas da nossa região: a leishmaniose, malária e outras. Todos que tenham interesse pelo tema, sintam-se convidados para acompanhar nosso seminário”, ressalta o presidente da Fapero, Paulo Renato Haddad .

Ao todo, nove pesquisas serão apresentadas e avaliadas no evento desta sexta-feira. Entre os trabalhos desenvolvidos por meio do PPSUS estão pesquisas quanto aos “Aspectos epidemiológicos como proposição de vigilância e controle da leishmaniose tegumentar em municípios do estado de Rondônia” e ao “Tratamento de envenenamento por serpentes: implementação de terapias coadjuvantes à soroterapia convencional utilizando fotobiomodulação (LED) e nanocorpos”.

“O PPSUS é estruturado para apoiar e fortalecer o desenvolvimento de projetos de pesquisa que busquem soluções para as prioridades de saúde e atendam as peculiaridades e especificidades do estado onde são desenvolvidas. No nosso caso, o foco é Rondônia. Além disso, a aproximação entre os sistemas estaduais de saúde, de ciência e tecnologia e a comunidade científica, promovida pelo PPSUS, permite maior interação entre os atores locais para o fortalecimento da Política Nacional de Saúde”, finalizou Juliana Bispo.

Confira os horários das apresentações:

PESQUISADORES TEMA Horário
Alcione de Oliveira 

dos Santos

Dentificação clínica e laboratorial das principais arboviroses circulantes em Porto Velho, Rondônia 9h – 9h30
Daniel Sol Sol 

de Medeiros

Reposicionamento de fármacos antimaláricose estudo de combinações in vitro e in vivo sobre Leishmania spp 9h – 10h
Jansen Fernandes 

de Medeiros

Aspectos epidemiológicos como proposição de vigilância e controle da leishmaniose tegumentar em municípios do estado de Rondônia 10h – 10h30
Juliana Pavan 

Zuliani

Tratamento de envenenamento por serpentes: implementação de terapias coadjuvantes à soroterapia convencional utilizando fotobiomodulação (LED) e nanocorpos 10h30 – 11h
Katia Fernanda Alves 

Moreira

Educação interprofissional e prática colaborativa entre profissionais da atenção primária em saúde em Rondônia 11h – 11h30
Luis Paulo Costa 

de Carvalho

Vigilância febril indireta utilizando o vetor Culicoides (Ceratopogonidae): Primeira investigação para febre oropouche no estado de Rondônia 14h – 14h30
Najla Benevides 

Matos

Resistência aos antimicrobianos de isolados de Acinetobacter spp e da família Enterobacteriaceae: Identificação e mapeamento do perfil dos genes codificadores de ESBL, carbapenemases e metalo –β 14h30 – 15h
Osmar Siena Estruturas de governança para mitigação de conflitos e judicialização no sistema único de saúde em municípios de Rondônia 15h – 15h30
Soraya dos Santos 

Pereira

Produção de insumos biotecnológicos baseados em nanocorpos de camelídeos para desenvolvimento de ensaios imunoenzimáticos para detecção de hepatite delta 15h30 – 16h

Rondonia.ro.gov.br

Publicidade

ALE-RO

ÓTICA DINIZ



Desenvolvimento