Conectado por

Acre

Sem doses para vacinar pessoas com comorbidades, Rio Branco segue com imunização do público acima dos 60 anos


Compartilhe:

Publicado por

em

Ainda sem doses para imunização em pessoas com comorbidades contra a Covid-19, a Saúde de Rio Branco segue, nesta quarta-feira (28), com a vacinação do público acima dos 60 anos e profissionais da pasta que ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra a doença.

O processo de imunização está na faixa de 60 anos desde o último dia 17. A Secretaria de Saúde Municipal (Semsa) disse que a previsão é iniciar a vacinação das pessoas com comorbidades no início de maio.

“Continuamos na repescagem. Esses dias tem aparecido muito gente, tanto para a primeira quanto para segunda dose. Tem dado uma movimentada. A previsão do Ministério da Saúde é iniciar com as comorbidades no início de maio e quero crer que na sexta-feira [30] venha alguma coisa [doses]”, explicou o secretário municipal de saúde, Frank Lima.

Na última sexta (23), Rio Branco recebeu 5.170 doses de imunizantes contra a Covid-19 do 14º lote que chegou ao Acre, sendo 2.670 doses da Oxford/AstraZenec para 1ª dose, e 2,5 mil da CoronaVAc para segunda dose.

Com essa quantidade, a pasta iniciou, no sábado (24), uma repescagem para vacinar pessoas acima dos 60 anos e profissionais de saúde que ainda não tomaram a primeira dose do imunizante.

Veja os pontos de vacinação:

  • Urap Cláudia Vitorino – no bairro Taquari;
  • Urap Eduardo Asmar – no bairro Quinze;
  • Urap Hidalgo de Lima – no bairro Palheiral;
  • Urap Roney Meireles – Conjunto Adalberto Sena;
  • Urap Vila Ivonete – na Rua Antônio da Rocha Viana;
  • Drive-thru – no antigo pátio do Detran, em frente ao 7º BEC.

Cadastro

Quase 20 mil pessoas com comorbidades de Rio Branco já estão inscritas no Sistema Único de Saúde (SUS) para receber a primeira dose contra a Covid-19. Adultos de 18 a 59 anos com alguma doença preexistente devem fazer um cadastro para poder receber a vacina.

Quem se enquadra nos critérios deve procurar uma das unidades básicas de saúde de Rio Branco para fazer o cadastro.

O cadastramento prévio deve facilitar o processo de vacinação, quando a próxima etapa da campanha for aberta. Laudo médico ou outros documentos comprobatórios serão necessários para garantir o direito à vacina.

Conforme orientação do Ministério da Saúde, foi iniciado o cadastramento dos adultos de 18 a 59 anos com doenças crônicas para receberem a vacina. Mais de 20 mil pessoas já procuraram uma das unidades de saúde da capital para se cadastrar. No entanto, o município ainda não recebeu as doses para este grupo e não há previsão para início da vacinação.

“O cadastro também está indo muito bem. Está tranquilo, não tem tumulto, as pessoas estão entendendo a questão do laudo para que não haja fura-fila”, destacou Lima.

Segunda dose:

  • CoronaVac

O intervalo ideal é de 28 dias entre as doses da CoronaVac. Um estudo do Butantan mostrou que a eficácia da vacina foi de 62% com intervalo de 21 a 28 dias, contra 50% com intervalo de até 21 dias.

  • AstraZeneca

Já estudos clínicos da Oxford/AstraZeneca apontaram uma eficácia de 82,4% com a segunda dose, em um intervalo de três meses após a primeira dose.

Pandemia e vacinação

De acordo com informações do portal de transparência do governo, o Acre recebeu 199.390 doses de vacinas e foram aplicadas 112.688 até esta segunda (26), sendo 88.848 da primeira dose e 23.840 da segunda. Rio Branco aplicou 53.432 doses e Cruzeiro do Sul 12.497.

Segundo o governo, o número de doses aplicadas que consta no portal refere-se aos dados já inseridos no sistema do Ministério da Saúde, cujas atualizações são realizadas pelos municípios. Por isso, pode haver atraso nas informações.

Já no portal de transparência da prefeitura consta que Rio Branco recebeu 48.074 doses e vacinou 43.551 pessoas. Os dados foram atualizados também na segunda (26).

G1.globo.com