Conectado por

Mundo

Segundo dia de resgates é encerrado com oitavo menino retirado de caverna


Compartilhe:

Publicado por

em

Mae Sai – A operação de resgate do time juvenil de futebol preso em uma caverna na Tailândia foi encerrado nesta segunda-feira com mais quatro meninos resgatados. No total, oito crianças foram retirados da caverna inundada, segundo as autoridades militares do país. Eles estavam presos há duas semanas. Restam ainda mais quatro crianças dentro da caverna, além do técnico da equipe.

Após serem retirados da caverna, os meninos foram levados de ambulância até o hospital de Chiang Rai. Eles ficarão isolados de seus familiares enquanto realizam exames para detectar se contraíram alguma doença.

As autoridades estão se apressando para resgatar as crianças – que têm de 11 a 16 anos – e seu treinador devido às chuvas de monções que atingem a região nesta época do ano. Técnicos têm bombeado água para fora da caverna e disseram que a forte chuva que caiu de madrugada não elevou o nível de água do complexo de cavernas.

Com a ameaça de mais chuva e o nível reduzido de oxigênio na galeria em que o grupo encontrou refúgio, as autoridades decidiram no domingo iniciar o resgate – mesmo com trechos de mergulho – depois de considerar que as condições eram ideais.

Os mergulhadores precisaram descansar entre as duas missões e colocar mais cilindros de oxigênio ao longo do percurso. Isto explica o intervalo no resgate.

“Trabalhamos a noite toda”, afirmou à AFP um funcionário do governo da província de Chiang Rai, confirmando apenas uma pausa na operação.

A falta de detalhes aumenta a angústia dos pais que aguardam seus filhos.

Ambulância deixa área da caverna enquanto operações de resgate continuam para aqueles que ainda estão presos (AFP photo / Ye Aung Thu) – AFP photo

“Escutamos que quatro meninos saíram, mas não sabemos quem são. Vários pais continuam esperando. Ninguém foi informado de nada”, declarou Supum Sompiengjai, mãe de Pheerapat, conhecido como “Night” que espera reencontrar o filho.

Além das dificuldades do percurso, sob a água, a situação fica mais complicada porque muitos meninos não sabem nadar e nenhum deles têm experiência com mergulho.

A falta de espaço também dificulta as operações.

A família de “Night” acredita que o grupo decidiu explorar a caverna após o treino de futebol para celebrar seu aniversário de 16 anos. Eles se viram surpreendidos pelo aumento do nível da água no local, na fronteira com Mianmar e Laos.

Após a localização, as equipes de resgate examinaram todas as soluções possíveis, desde a perfuração de túneis nas montanhas até a possibilidade, descartada, de aguardar por várias semanas pelo fim da temporada de monção.

Pessoas se atualizam em celulares enquanto aguardam notícias em base aérea militar durante a evacuação de helicóptero de emergência em Chiang Rai (AFP photo / Lillian Suwanrumpha) – AFP photo

O caso tomou proporções internacionais e o governo dos Estados Unidos enviou técnicos para ajudar no resgate. Na missão de domingo, participaram 13 mergulhadores estrangeiros e cinco membros da Marinha tailandesa. Na noite de quinta-feira, um ex-mergulhador tailandês morreu enquanto trabalhava como voluntário nos esforços de resgate colocando cilindros de oxigênio ao longo da rota utilizada para chegar às crianças.