Conectado por

Mato Grosso

Secretário de Saúde de MT continua internado para tratar doença de Crohn e suspeita de reinfecção por Covid-19


Compartilhe:

Publicado por

em

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, está internado há 14 dias para monitorar a Doença de Crohn e a suspeita de reinfecção por Covid-19. O governo informou que o secretário apresentou melhoras, mas continua em tratamento em uma unidade semi-intensiva.

O caso dele é um dos cinco considerados suspeitos de reinfecção pelo novo coronavírus, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

De acordo com o governo, o gestor recebe o tratamento conforme sintomas apresentados.

Conforme o último boletim médico, Gilberto está reagindo bem ao tratamento, encontra-se consciente e recebendo assistência clínica e respiratória por meio de oxigênio e terapia de alto fluxo com ventilação não invasiva.

Até o momento, não há a confirmação de reinfecção pelo coronavírus.

Na época, ele não apresentou sintomas específicos da doença e ficou em isolamento domiciliar para cumprir a quarentena, de acordo com as recomendações e protocolos das equipes de Vigilância Epidemiológica.

Casos de Covid-19 em MT

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (14), 167.711 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.272 mortes em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 737 novas confirmações de casos de coronavírus e 13 mortes nas últimas 24 horas. Dos 167.711 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.509 estão em isolamento domiciliar e 159.353 estão recuperados.

G1