Conectado por

Mato Grosso

Secretária de Meio Ambiente diz que desmatamento aumentou em MT durante pandemia

Publicado por

em

A secretária de Meio Ambiente (Sema) de Mato Grosso, Mauren Lazzaretti, disse, em entrevista ao Bom Dia Mato Grosso desta terça-feira (26) que o desmatamento aumentou no estado durante a pandemia do coronavírus (Covid-19).

Continua após a publicidade

De acordo com ela, houve um grande aumento no desmatamento no mês de abril em Mato Grosso. Neste ano já foram autuados 900 proprietários de áreas rurais, além de apreendidos 89 maquinários e 19 motosserras.

Foram R$ 8 milhões em multas somente em 2020.

“Com a pandemia, houve uma ideia equivocada de que Mato Grosso não conseguira fazer o combate presencial do desmatamento. Tivemos um aumento exponencial de desmatamento no mês de abril”, disse a secretária.

Segundo a Sema, em 2020 já foram autuados mais de 900 proprietários de áreas rurais. Diferente dos anos anteriores, neste ano o desmatamento está ocorrendo em ‘pequenos desmates’.

“Se não fosse a pandemia, nossas ações [de combate] já teriam sido o triplo de 2019”, lamentou a secretária.

Em 2019 foram arrecadadas R$ 34 milhões em multas.

Ainda conforme a secretária, 49% do desmate em Mato Grosso ocorre em áreas cadastradas pelo estado, ou seja, o governo consegue notificar e falar diretamente com os proprietários. Outros 11% ocorrem em assentamentos rurais, 2% em terras indígenas e 5% em unidades de conservação.

27% do desmatamento ocorrem em áreas que o governo não tem dados.