Conectado por
Governo de Rondônia

Festas & Eventos

Sebrae promove dia de crédito para empreendedores do Cone Sul de Rondônia

Publicado por

em


Continua após a publicidade

As oficinas e palestras acontecerão na sexta-feira, 18, no escritório regional do Sebrae em Vilhena

Com o objetivo de nortear os microempreendedores individuais (MEI) sobre linhas de créditos e fomentar a economia da região, o Sebrae em Rondônia promoveu nesta sexta-feira, 18, em Vilhena, a palestra e oficina Crédito Orientado. A sessão Negócios iniciou às 9h e terminou ao meio-dia. A Oficina sobre Acesso ao Crédito ocorrerá das 19h30 às 22h30, no escritório regional. As atividades fazem parte da programação da Semana do MEI, que acontece em todo o país entre 14 e 18 de maio.

De acordo com Emerson Silva, analista técnico do Sebrae de Vilhena, o crédito viabiliza a oportunidade que os MEI já identificaram. Por isso, o intuito é orientá-los a tomar as melhores decisões, baseadas em análises sobre cada empreendimento. “Se eu não souber qual é a necessidade correta, a aplicabilidade correta desse recurso, só vou gerar mais um problema. Hoje o empresário vai atrás de crédito quando já está quebrado e não para ampliar o seu negócio. Em 90% das vezes ele acha que se trata de falta de dinheiro, mas na verdade só precisa de ajustes internos”, ressalta.

Emerson orienta ainda que é preciso identificar as lacunas para corrigir o problema. “O que mais cria lacunas dentro do caixa das empresas é vender muito parcelado, ter uma política de crédito que não é viável para a empresa e não ter boas negociações no processo de compra. Então, possivelmente vai faltar dinheiro”, explica. Para ele é preciso analisar o negócio no contexto geral. “Vendi, tenho algo para receber e nem sempre recebo, mas sempre tenho que pagar os fornecedores”, lembra o analista.

Para Charif Mohamed, analista técnico da unidade regional de Vilhena, a semana voltada ao MEI foi bastante produtiva e com a participação expressiva do vilhenense. “A programação ainda não terminou, então convidamos todos os empreendedores a virem até o Sebrae. Estamos aqui para oferecer assessorias de planejamento de negócio e orientações através de cursos com vistas a capacitar os empreendedores, além de tirar as dúvidas do cidadão sobre os benefícios e vantagens de ser um MEI”, enfatiza.

O MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza. Atualmente, para se enquadrar na categoria de MEI, é preciso ter como limite de faturamento R$ 60 mil por ano, não podendo ter participação em outra empresa como sócio ou titular e possuir no máximo um empregado, com salário limitado ao mínimo vigente ou o piso da categoria. O MEI tem direito a benefícios previdenciários como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros. Outra vantagem de o trabalhador informal se tornar um MEI é que ele passará a estar no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), facilitando a abertura de conta bancária, contratos com órgãos públicos, financiamentos e emissão de notas fiscais.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *