Conectado por

Direto de Brasília

Sebrae e representantes das MPE se reúnem com presidente da República


Compartilhe:

Publicado por

em

Segmento apresentou as principais reivindicações e dados que mostram o forte impacto que os pequenos negócios têm sofrido na pandemia

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, o presidente da Frente Parlamentar Mista das Micro e Pequenas Empresas (MPE), senador Jorginho Mello, e representantes das atividades que reúnem o maior volume de micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia do coronavírus estiveram reunidos com o presidente da República, Jair Bolsonaro, com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com outros representantes do governo federal para apresentar as principais necessidades desses segmentos.

Durante o encontro, o governo se comprometeu a adotar medidas que amenizem as dificuldades que os pequenos negócios estão passando, como por exemplo, reedição de programas de crédito e de redução de salário e suspensão de tributos. O presidente Melles apresentou as maiores demandas que o segmento vem passando, uma vez que as 18 milhões de micro e pequenas empresas representam cerca de 99% de todo o tecido empresarial do país.,

“Foi uma reunião muito importante pois foi uma oportunidade de reconhecer e agradecer o que o Governo e o Congresso fizeram ao longo de 2020, para atravessarmos essa pandemia, como o auxílio emergencial, Pronampe, prorrogações do Simples Nacional, ICMS, não excluir do Simples as empresas inadimplentes de 2020, entre outras medidas que fizeram com que as empresas continuassem vivas e em operação, em razão do recrudescimento da pandemia. Agora em 2021, com o quadro mais agudo, as MPE estão ao relento, alguns setores sofrendo ainda mais como Turismo, por exemplo, (hotéis, bares e restaurantes), que são responsáveis pela geração de muitos empregos diretos e indiretos. Pedimos reedição de medidas que auxiliem as empresas. O Presidente foi muito sensível pois conseguimos demonstrar os setores que foram mais impactados”, disse Carlos Melles.

Foi criado um grupo de trabalho com o Ministério da Economia e o Sebrae para estratificação dos setores mais perderam e mais precisam de medidas diversas, inclusive trabalhistas. O Fampe (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas), por exemplo, deve estar operacional em breve, com alavancagem para que os bancos possam emprestar mais. Será feito um levantamento ficou apalavrado que o KOE terá uma isenção temporária de pagament de impostos, o que auxiliará muito para que os Pequenos Negócios possam retomar seu faturamento pré-pandemia.

Saiba mais sobre as ações do Sebrae: acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, pelo mesmo número. Siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube.

 

(Assessoria)