Conectado por

Geral

Reunião Bloco 1/PNEFA, apresenta na abertura dados para implantação do programa Rondônia Livre de febre aftosa sem vacinação


Compartilhe:

Publicado por

em

Porto Velho: a Reunião do Bloco 1 do Plano estratégico  do PNEFA (Programa Nacional de Erradicação de Febre Aftosa ) realizado nas dependências  do Palácio Rio Madeira, no auditório governador Jeronimo Santana) na tarde desta terça feira(26), e seguirá nesta quarta o dia todo e na quinta pela manhã, apresentou dados colhidos pelos técnicos do MAPA (Ministério da  Agricultura e Abastecimento) do IDARON (Instituto de Defesa Agrosilvopastoril de Rondônia ) e da Secretaria de Estado da Agricultura de Rondônia) visando a implantação do programa que vai declarar os integrantes do Bloco 1 (Rondônia e Acre) como estados livres de febre aftosa sem vacinação. O Ministério da agricultura também apresentou dados colhidos pelos órgãos que cuidam do setor pecuário do Acre.

Os dados foram apresentados pelo representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Dr Diego Vialies, Diretor da Divisão de febre aftosa do Ministério, que fez um raio x com gráficos de todas as questões relevantes e que influem diretamente na implantação do programa.

Diego disse que entre as 102 ações do Plano estratégico, do Bloco 1, Rondônia, cumpriu aproximadamente 8%, lembrou da necessidade de adequações da infraestrutura física necessária, do ativo humano com técnicos, adequações das instalações, citou as adequações financeiras necessárias para a instalação do programa e seu respectivo sucesso.

Questionado pela reportagem da Folha Rondoniense, sobre a adequação da legislação para a implantação do programa, falou que existe no Ministério da Agricultura, um grupo de trabalho. Do qual faz parte, já em estagio avançado tratando dessa questão, que primeiro será feitos mudanças na legislação federal, sendo que o passo seguinte será a vez da Assembleia Legislativa adequar a legislação estadual para fins legais do programa para dar o “Status” a Rondônia, como estado livre de febre aftosa sem vacinação,  frisou que esse status será  confirmado após a reunião da OIE  (World Organizativo for Animal Health- Organização Mundial da Saúde Animal) daqui a 2 anos.

A reunião contou a presença de várias autoridades do setor, representantes do Amazonas, do Mato Grosso representado pelo presidente do Indea Tadeu Mocelin e equipe, estados fronteiriços com Rondônia que não fazem parte do bloco 1, além do estado do Acre que é integrante do Bloco 1.

O Secretário de Agricultura Evandro Padovani, reconheceu o papel fundamental da Industria da Vacina, que se fez representada pelo Dr Emilio Salani Diretor Executivo do SIDAN (Sindicato Nacional da Industria  de Produtos  para Saúde Animal), dizendo que a indústria de Vacina, permitiu o setor de pecuária chegar neste patamar devido a diversas ações do setor.

A organização do evento ficou a cargo da Secretaria de Estado da Agricultura e do IDARON/RO

O Governador Marcos Rocha  não compareceu a reunião importante para o estado, o governo do estado  se fez representar pelo vice governador Jodan, nenhum deputado estadual se fez presente também, ressaltando que os deputados estaduais terão que adequar a legislação vigente para as novas normas em vigor.

Nesta quarta-feira(27), acontece o segundo dia de reunião no CPA.

Da Redação Folha

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *