Conectado por

Saúde

Retrospectiva: “A pandemia do covid 19 fez muita gente perceber que já estava doente há muito tempo”


Compartilhe:

Publicado por

em

Dr.Fabiano de Abreu faz uma retrospectiva sobre a pandemia e conclui que ela serviu para percebermos que estávamos doentes
Doutor em neurociências e psicologia, Fabiano de Abreu também é um jornalista científico que se dedica a estudos e pesquisas para descobertas que possam ajudar na saúde mental da sociedade através do jornalismo. Analisando o ano e a pandemia, o pesquisador chegou a uma conclusão um tanto quanto óbvia, mas que precisa ser relembrada com palavras convincentes, confira:
 
“A covid-19 assolou o mundo e fez-nos repensar. Repensar na vida, nas escolhas, em como dispúnhamos do nosso próprio tempo. A paragem forçada de toda uma sociedade habituada a viver num ritmo frenético, em que a produção não pode abrandar e a economia não pode estagnar, fez-nos compreender, mesmo que por apenas uma brecha de tempo, que existem outras opções. A doença fez-nos perceber que vivemos numa sociedade cronicamente doente. Uma sociedade em que nos anulamos e vivemos em função das regras que nos criam mas que não necessariamente nos fazem felizes.”
Abreu consegue ver algum lado positivo nisso tudo, de uma maneira a nos convencer que precisamos olhar por nós, por nossa saúde mental:
“Estávamos já doentes pela falta de tempo, pela falta de conexões verdadeiras, por falta de atividades que nos façam felizes e realizados. A covid-19 pode ser aproveitada para o balanço pessoal, para a criação de novas metas e expectativas que encaixam na nossa personalidade, desejos e opções. Nós humanos não somos máquinas embora queiramos viver como tal sem compreender que este afastamento do mais puro e natural nos está a matar aos poucos. Devemos iniciar um novo ciclo, mais equilibrado, devemos aprender a controlar o nosso íntimo e seguir caminhos certeiros. Por vezes a doença pode mostrar o caminho da cura.” finaliza
 
Assessoria