Conectado por

Rondônia

Rádio falante, uma ideia transformadora na educação de Rondônia, chega ao seu décimo aniversário


Compartilhe:

Publicado por

em

Uma importante inovação no ensino rondoniense, trazida a público através da criatividade implantada numa escola pública, colocou a iniciativa em destaque nacional, premiando-a várias vezes. Aliás, prêmios sempre merecidos.  Idealizada pelo professor Reinaldo Neves, o projeto Rádio Falante (depois ampliado para TV Paredão), completa dez anos nesse mês de abril, quando entrou no ar em caráter experimental e em 28 de maio de 2010, quando começou suas transmissões em definitivo. Basicamente, o projeto envolve os estudantes da Escola Professor Orlando Freire, em Porto Velho, com a comunicação, com a importância não só de se estar bem informado, mas, ao mesmo tempo, como participar ativamente da divulgação de notícias e informações. Dentro desse contexto, estudantes antes tímidos na sala de aula, começaram a se “soltar”, a se envolver, a entrar de corpo e alma no contexto do sistema de ensino, que prioriza a qualidade do que alunos e alunas aprendem na vida escolar. Estudantes, a grande maioria sem experiência no meio, começaram a demonstrar preocupação com a informação, inclusive quando começaram a realizar uma série de entrevistas (foram dezenas delas, nessa década), com personalidades ligadas à própria educação, à cultura e a própria mídia. Professores, promotores de eventos, artistas e gente conhecida ligada ao rádio, às TVs e a toda a estrutura de comunicações do Estado, passou pelos microfones da rádio falante, num estúdio montado dentro da própria escola.

Também é vital o envolvimento dos estudantes em processos dentro do projeto. O programa “Leitura no Rádio”, por exemplo, foi um enorme sucesso. Os estudantes vão à sala de leitura e biblioteca da Orlando Freire, leem os livros e depois fazem uma rápida resenha, sugerindo que seus colegas também leiam o mesmo livro. O Rádio Falante e a TV Paredão são um enorme avanço no sistema de ensino, com custo baixo e resultados excepcionais. Matérias jornalísticas na TV nacional; no Portal do MEC; no Portal do Governo de Rondônia; elogios vindos de escritores  como Paulo Coelho, um dos que doou livros para a escola ou homenagens como as feitas pelo senador Cristóvão Buarque, sempre voltado à educação, são exemplos da enorme repercussão do trabalho criativo feito na Orlando Freire, a partir de uma ideia simples, mas vencedora. Que a ideia se espalhe por Rondônia. E que se espalhe pelo Brasil. Já cansamos da mesmice e do ensino de péssima qualidade. Quem quiser aprender como se faz uma Educação de verdade, que vá ao Orlando Freire. Lá, eles ensinam…

Fonte:http://blog.opiniaodeprimeira.com.br/radio-falante-uma-ideia-transformadora-na-educacao-de-rondonia-chega-ao-seu-decimo-aniversario/