Conectado por

Meio Ambiente

QUEIMADAS: Brigada Municipal continua no combate aos incêndios

Publicado por

em

O tempo seco característico desta época do ano propicia as queimadas, mas 90% são práticas criminosas

Continua após a publicidade

A Prefeitura de Porto Velho, através da Subsecretaria de Meio Ambiente (SEMA) e Brigada Municipal, continua realizando o combate das queimadas e focos de incêndio tanto na área urbana como na zona chacareira da capital.

Visando diminuir os danos e números de ocorrências realizados pelas queimadas na capital, equipes da Brigada Municipal têm trabalhado arduamente para conter os focos e aplacar a prática criminosa.

De acordo com o coordenador da Brigada, Lucas Lima, desde o começo de 2019, até a última quinta-feira (29), foram contabilizados 481 registros de queimadas, tanto na zona chacareira como na área urbana da cidade.

“Esse tempo seco é preocupante, mas podemos dizer que as queimadas em 90% são praticadas por ações criminosas, pessoas chegam na mata e ateiam fogo. Nosso trabalho é apagar as chamas e a fiscalização tem sido feita pela Sema que nos acompanha nas ocorrências”, explicou o brigadista.

O trabalho segundo o coordenador é incessante e as duas equipes compostas por 15 pessoas, ou seja, 30 profissionais estão envolvidos diretamente para apaziguar os focos de incêndio.

“Temos tido sucesso. Só saímos quando os incêndios são apagados completamente, possuímos trator agrícola para fazer arado, isso facilita o nosso trabalho e foi um grande aliado na queimada que aconteceu no Espaço Alternativo, ele evitou que a queimada chegasse ao aeroporto. Temos tido êxito em todos os combates até agora”, disse o coordenador.

Os locais onde mais apareceram ocorrências foi na zona chacareira, no outro lado do rio Madeira no Ramal Maravilha, Ramal Terra Santa e Ramal da Amizade. Já na zona urbana, o Espaço Alternativo e Estrada da Penal são os locais que mais têm sofrido com as queimadas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *