Conectado por

Saúde

Quais são as lesões mais comuns em atletas amadores?


Compartilhe:

Publicado por

em

O equilíbrio entre vida saudável, corpo mais resistente e belo é uma das metas mais almejadas por milhares de brasileiros e a prática de atividade física é uma das grandes aliadas nessa meta. Não há dúvidas sobre os inúmeros benefícios que ela traz para saúde, tanto na prevenção como no tratamento de diversas doenças, físicas ou psicológicas.

O que muita gente esquece ou desconhece são os cuidados básicos que devem ser tomados antes e depois de iniciar algum exercício. Excessos e falta de atenção podem causar dores e lesões. Fique atento!

Por onde começar?
Antes de iniciar qualquer atividade física, principalmente se você está sedentário ou possui muito tempo sem prática, o primeiro passo é saber como está sua saúde, faça check-up, fale com o seu médico.

Depois da avaliação médica, vá devagar. Fique atento aos sinais que o seu corpo te dá e respeite seus limites, seu condicionamento físico irá melhorar com a prática.

Lesões e dores musculares tornam se um problema comum para quem inicia a academia e exagera nos exercícios ou os prática de forma errada, desrespeitado o seu corpo em busca de resultados milagrosos em pouco tempo.

O uso excessivo de algum músculo, associado a repetição de movimentos e sobrecarga, pode gerar estresse em diversas partes do corpo, como nas articulações, tendões, cartilagens e os músculos.

Por isso, ao sinal de qualquer dor ou possível lesão, suspenda a atividade e busque orientação médica.

Conheça algumas das lesões mais comuns
As lesões cardíacas estão associadas ao exagero nos movimentos aeróbicos e de força, são muito comuns em iniciantes, mas podem acometer também os veteranos das academias, após algum tempo praticado certas atividades.

Sintomas com alterações cardiovasculares, arritmia ou mesmo infarto durante as sessões podem vim a ocorrer. Tome cuidado!

A tendinite patelar é uma patologia do tendão ligado ao osso, este ligamento serve como uma espécie de amortecedor. Quando lesionado pode causar uma dor intensa e dificuldade de flexionar o joelho.

Algumas das causas da tendinite patelar são a prática incorreta de exercícios, carga excessiva e falta de um acompanhamento adequado.

A melhor forma de evitar o problema é fortalecer a região afetada e respeitar os movimentos de cada atividade.

Outra lesão que pode afetar o usuário na academia é a mialgia, que acontece por uso extenuante do músculo. É uma das lesões mais comuns.

O tecido muscular, ao ser muito forçado, acaba se contraindo e diminuindo a circulação de sangue. isso pode ocasionar também microlesões nas fibras musculares.

Para evitar esse tipo de lesão, mantenha uma rotina de exercícios adequados para o seu nível de condicionamento, respeite os dias de repouso e faça sessões leves de alongamentos durante e depois dos treinos.

Massagens e aplicação de gelo também são uma ótima pedida. Evite o uso de relaxantes musculares sem recomendação médica.

Inflamações nas articulações

As articulações são as estruturas que unem os ossos, por meio de cartilagens. Elas servem como amortecedores e também permitem a estabilidade dos ossos.

Em relação aos treinos físicos, a inflamação nas articulações está diretamente relacionada ao excesso, repetidamente ou a falta de descanso. Isso produz um grande tensionamento dos músculos e a sua consequente inflamação.

Para evitar ou reduzir esse tensionamento o ideal é variar os exercícios e fazer pausas entre as sessões. Alongamentos antes, durante e depois de cada atividade também é recomendado.

Estiramentos ou distensão muscular

Os estiramentos musculares são traumas resultantes do alongamento excessivo das fibras musculares ou além dos limites normais. É uma das lesões mais frequentes entre os esportistas e frequentadores de academia.

O problema ocorre quando os músculos se contraem muito rapidamente, de forma explosiva, ou há estiramento excessivo ao erguer cargas com peso além do recomendável, causando uma dor intensa e repentina.

Esta lesão pode ser classificada em três graus diferentes, cada um de acordo com seu nível de gravidade.

Os músculo posteriores da coxa, panturrilha, da parte interna e anterior da coxa são os mais susceptíveis a sofrer com esta lesão.

A melhor forma de evitá-la é por meio da moderação da intensidade dos exercícios e muito alongamento.

Todos estamos aptos a sofrer algum tipo de lesão, se você iniciou alguma atividade física recentemente e já se machucou, não desista, é importante persistir no seu objetivo com cautela e respeitar seus limites. Se precisar, procure ajuda de bons profissionais e não tente se automedicar.

ASSESSORIA