Conectado por

Geral

Pronto atendimento infantil do Hospital Júlio Muller fecha as portas e deixa de atender 80 crianças por dia por falta de profissionais em Cuiabá


Compartilhe:

Publicado por

em

O pronto atendimento infantil do Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá, teve o funcionamento suspenso a partir desta segunda-feira (3) por tempo indeterminado.

O superintendente da unidade hospitalar, Hildevaldo Monteiro Fortes, afirmou que a medida foi necessária para que a UTI Neonatal não fosse fechada por falta de profissionais, já que a contratação de profissionais está suspensa devido ao período eleitoral.

Muitos profissionais estão de licença ou já estão aposentados.

Ele explicou que o fechamento da UTI Neonatal acarretaria em um “efeito dominó”, com a suspensão de partos de emergência e recebimento de recém-nascidos prematuros.

Conforme o superintendente, o hospital já entrou em contato com o Ministério Público Federal (MPF) e com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para que seja realizado um processo seletivo emergencial.

Hildevaldo ecplica que, com o fechamento do pronto atendimento infantil, cerca de 80 crianças deixarão de ser atendidas diariamente e que a UTI Neonatal trabalha no limite em relação aos profissionais, sem a reserva mínima necessária para atendimento.

Ele destaca que há falta de técnicos, enfermeiros e médicos para que o atendimento seja restabelecido.